Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros
< voltar
< 1 min

Henrique Galvão

Militar português, nascido em 1895 e falecido em 1970, de nome completo Henrique Carlos Malta Galvão, foi administrador nas colónias e deputado à Assembleia Nacional durante o Estado Novo. Por volta de 1950, porém, afastou-se do regime. Foi preso em 1952, acusado de ações conspirativas, evadindo-se em 1959. Comandou depois operações armadas contra o regime, como o sequestro do paquete "Santa Maria", em 1961, que teve forte repercussão internacional.

Henrique Galvão produziu várias obras literárias, como Em Terra de Pretos, Crónicas d'Angola (1929), Revolução (1931), Contos Africanos (1934), Impala, Romance dos Bichos do Mato (1946), Pele (1958), entre muitos outros. Recebeu o 1º Prémio de Literatura Colonial por O Velo d'Oiro, e o Prémio de Literatura Colonial por Terras do Feitiço e O Sol dos Trópicos.

Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Henrique Galvão na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-02 18:34:04]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros