Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

< voltar
< 1 min

Hermengarda

Heroína da obra de Alexandre Herculano, Eurico, o Presbítero, Hermengarda surge como uma mulher-anjo (que se opõe à luxúria do árabe Abdulazis), vítima do destino e indefesa, mas que guarda na memória a paixão por Eurico. Forte no mistério e fraca na caminhada que faz até ao Rio Sália, ela é arrastada por um amor fatal que a leva no fim à loucura. Tal como aconteceu com Eurico, na mesma obra, ela ilustra a conceção romântica da mulher.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Hermengarda na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-20 02:47:59]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais