Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Hole

Banda rock norte-americana, formada no ano de 1989, por Courtney Love (guitarra, voz), Eric Erlandson (guitarra), Jill Emery (baixo) e Caroline Rue (bateria).
A música da banda acabou por ficar sempre na sombra da imagem pública da vocalista Courtney Love. No início, a banda era um dos projetos alternativos mais ruidosos e abrasivos, em pleno início da década de 90.
O seu álbum de estreia, Pretty on the Inside, é editado em 1991, com Kim Gordon, baixista dos Sonic Youth na produção. O disco, violento e descomprometido, é bastante bem recebido pela crítica e pelo público em geral.
No início de 1992, Courtney Love casa com Kurt Cobain, o líder dos Nirvana. Os problemas com as drogas trouxeram a vida íntima do casal para os tabloides, correndo notícias do consumo de drogas durante a gravidez de Courtney. A confusão só acalmou em 1993, depois de uma batalha jurídica do casal para manter a custódia da filha. Durante esse ano, os Hole trocam de baixista, entrando Kristen M. Pfaff para o lugar de Jill Emery, e de baterista, substituindo Caroline Rue por Patty Schemel. Em 1994, é editado, pela DGC Records, Live Through This, que a crítica considera um dos melhores discos do ano. Quatro dias antes do lançamento do álbum, Kurt Cobain é encontrado morto (vítima de suicídio) na residência do casal em Seattle. E, dois meses depois, é Kristen M. Pfaff que é encontrada morta, devido a uma overdose de heroína. Para o lugar de Kristen entra Melissa Auf Der Maur e o grupo parte em digressão para promover o álbum. "Doll Parts" é o primeiro single do disco e entra para o top 60 no início de 1995. Ainda nesse ano, as Hole integram a quinta digressão Lollapalooza, uma série de espetáculos rock ambulantes. Apesar das muitas resistências, o álbum acabou por ser a afirmação comercial da banda, originando alguns êxitos de rádio e atingindo a marca de platina.
Seguiu-se um hiato da banda, dando origem a diversos rumores da sua dissolução, até porque Courtney Love parecia apostar mais na sua carreira cinematográfica, aparecendo como atriz em alguns filmes. Nessa fase, é editado o EPAsk For It (1995), uma raridade para colecionadores.
Após vários adiamentos, a banda acaba por se reunir em 1998, recorrendo ao apoio de Billy Corgan (Smashing Pumpkins), para gravar novo álbum de originais. Celebrity Skin sai em setembro e diversas mudanças acontecem na banda. Schemel e Melissa Auf der Maur deixam a banda. Ainda assim, o disco chegou a platina pouco depois da edição, apesar de Courtney não estar satisfeita com a divulgação feita pela editora. A vocalista tenta, então, pôr termo ao contrato com a Universal, de forma a poder lançar música na Internet.
A continuidade da banda tornou-se ainda mais incerta quando, em 2001, Courtney Love anunciou os seus planos de fundar uma nova banda, de nome Bastard. Mas o projeto abortou ainda antes de começar. Mesmo assim, Love anunciou o fim amigável das Hole em maio de 2002.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Hole na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-03 21:37:44]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais