Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

humor

O humor é uma disposição do espírito que combina graça, ironia e divertimento. Enquanto processo imagético e textual, junta o nonsense lúdico, divertido, com uma sugestão que pode potenciar a crítica.
Para Leon Eliachar, laureado com palma de ouro na IX Exposição Internacional de Humorismo, realizada em 1956, em Bordighera, Itália, "Humorismo é a arte de fazer cócegas no raciocínio dos outros. Há duas espécies de humorismo: o trágico e o cómico. O trágico é o que não consegue fazer rir; o cómico é o que é verdadeiramente trágico para se fazer".
O termo humor vem do latim humore e significa líquido, fluído. Na medida em que há uma mistura de alegria e indiferença que vai fluindo levemente com graça, o humor adquiriu um sentido de capacidade de expressar, perceber ou comunicar de uma forma simultaneamente alegre e crítica.
Permite encarar o mundo e as suas dificuldades com uma certa ironia. O humor ajuda a desdramatizar a vida e as situações. De acordo com o Macmillan Dictionary, humor é «a qualidade de alguma coisa que a torna divertida ou engraçada, comicidade, capacidade de perceber, apreciar ou exprimir aquilo que é divertido ou tem graça». André Brun (1922: In memoriam, homenagem póstuma a Eça) afirma que "Humorista não é quem faz rir: é quem faz pensar. Note-se que digo pensar e não sonhar. O humorismo chama os espíritos à realidade da vida sem, todavia, ter também o amargo dos pessimistas". E o escritor israelita Amós Oz em carta ao escritor japonês Kenzaburo Oe, Prémio Nobel de 1994, propõe o humor como arma contra o fanatismo: "o humor é um grande redentor - alguém capaz de rir de si mesmo deixa de ser um fanático. O bom humor, afinal, contém relativismo, e o relativismo talvez seja capaz, até certo ponto e em alguns casos, de nos ensinar a superar a nossa loucura".
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – humor na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-17 11:45:27]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros