Livros & Autores

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Igreja Matriz de Arronches

A Igreja Matriz de Arronches, com invocação a N. S. da Assunção, ergueu-se sobre um templo do século XIII. A sua construção, inicialmente do gótico final e ao gosto manuelino, situa-se entre os finais do século XV e os inícios do XVI, tendo sofrido alterações, somente na sua decoração interior, ao longo dos dois séculos seguintes.
A fachada transmite um nobre perfil arquitetónico, apresentando-se elevada e realçada pelo alto envasamento que resulta do terreno em declive, transposto por uma escadaria.
A verticalidade da frontaria é salientada pelas pilastras de pedra aparelhadas, que reforçam os cunhais, e, igualmente, pelos contrafortes frontais e laterais que apoiam as abóbadas do corpo da igreja. A torre sineira é coroada por flecha octogonal. As faces da torre são rematadas por setecentistas frontões curvilíneos e enquadrados por fogaréus - estrutura arquitetónica que se repete no remate central da fachada sobrepujando um janelão. Ao nível da entrada, sobressai o portal renascentista, trabalhado em mármore pelo escultor francês Nicolau Chanterene. O portal classicista desenvolve-se num arco pleno sustentado por duas pilastras, assentes em pedestais que encerram duas caveiras. O pórtico é enquadrado por pilastras capitelizadas que suportam um entablamento reto, sobrepujado por frontão triangular atarracado e coroado com pináculo. Impressionantes são os medalhões contendo bustos primorosamente esculpidos de uma mulher e um homem, inscritos nos cantos criados pelo arco e as pilastras. De particular interesse são as oito caras de anjos aladas que decoram o arco. Nas fachadas laterais abrem-se dois portais manuelinos, um deles profusamente decorado.
O interior de três naves constitui um belo exemplar das igrejas-salão portuguesas. A impressão de amplitude é transmitida pela harmoniosa cobertura de abóbadas ogivais nervuradas, sustentadas por sólidas colunas com o fuste em mármore róseo. Decoram as abóbadas emblemas onde se inscrevem os mais variados motivos manuelinos - armas reais, Cruz de Cristo, esferas armilares, cordas, nós de marinheiro, etc.
Na capela-mor, para além de um magnífico retábulo do século XVIII executado em mármores de Estremoz, encontramos o cadeiral e uma imagem barroca figurando N. S. da Assunção.
Do espólio da Matriz são ainda dignos de nota azulejos dos séculos XVI-XVII, a imagem de N. S. do Carmo, um lavabo do século XVIII com dois golfinhos representados e um nicho quinhentista com um anjo.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Igreja Matriz de Arronches na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-01 08:52:29]. Disponível em

Livros & Autores

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais