Academia Virtual - O Poder da Voz

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

James Cameron

Realizador e argumentista do cinema norte-americano, James Francis Cameron nasceu a 16 de agosto de 1954, em Kapuskasing, Ontario, no Canadá. Em 1971, foi viver para os Estados Unidos e tirou o curso de Física na California State University. No entanto, era no mundo do cinema que queria trabalhar. Conseguiu o seu primeiro trabalho em 1980 como diretor artístico, criando as miniaturas para os cenários de um filme. Daí passou à realização. Depois de um primeiro filme que não alcançou grande popularidade, Cameron escreveu e realizou The Terminator (Exterminador Implacável, 1984), um thriller de ação sobre uma guerra futurista entre a raça humana e máquinas feitas pelo homem à sua semelhança, que foi um enorme êxito de bilheteiras e lançou não só o realizador como também o protagonista, Arnold Schwarzenegger, para a fama. Seguiram-se outros estrondosos sucessos dentro do género em que é especialista - filmes de ficção científica e ação, repletos de efeitos especiais - como Aliens (Aliens, o Recontro Final, 1986), The Abyss (O Abismo, 1991), um filme que se passa em grande parte dentro de água e que ganhou o Óscar para a categoria de Melhores Efeitos Especiais, Terminator 2: Judgment Day (Exterminador Implacável 2: o Dia do Juízo Final, 1991), possuidor de efeitos especiais revolucionários que, por si só, foram um verdadeiro chamariz de espectadores às salas de cinema, e True Lies (A Verdade da Mentira, 1994), que, juntamente com o anterior, tem Schwarzenegger como protagonista. James Cameron conseguiu uma imagem de marca em Hollywood como o realizador de estrondosos êxitos de bilheteira que aliam prodígios técnicos ao sentimento humano. O maior exemplo disso é Titanic (1997), a trágica história do desafortunado transatlântico, onde se combinam efeitos especiais notáveis com uma história de amor. O filme foi tão caro que obrigou Cameron a utilizar grande parte do seu salário para o financiar, mas, em contrapartida, foi o mais rentável da História do cinema, ultrapassando os 600 milhões de dólares de receitas apenas nos EUA, recebendo também um recorde de nomeações para os Óscares de 1997, catorze no total, tendo acabado por ganhar onze, entre os quais os de Melhor Filme e Melhor Realizador. Nesta última categoria, James Cameron foi igualmente galardoado com um Globo de Ouro.
O realizador norte-americano James Cameron
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – James Cameron na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-10-06 06:03:41]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais