Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jan Sterling

Atriz norte-americana nascida a 3 de abril de 1921, em Nova Iorque, e falecida a 26 de março de 2004, em Woodland Hills, na Califórnia.
Educada no seio de uma família abastada de Nova Iorque, Jan Sterling Adriance estudou em escolas privadas da Europa, em Paris e Londres, antes de se fixar em Inglaterra, onde estudou representação na escola de Fay Compton, na capital.
Aos quinze anos, na altura utilizando o nome Jane Sterling, estreou-se num musical da Broadway, onde nos anos seguintes entrou em diversos espetáculos. Devido ao seu sotaque britânico representou diversas vezes papéis de mulheres inglesas. O ponto alto da sua carreira nos palcos aconteceu em 1942 na peça Over 21, onde contracenou com a lendária Ruth Gordon.
Em 1947, a atriz estreou-se no cinema em Tycoon sob o pseudónimo Jane Adrian, nome que nunca mais voltou a utilizar. Já com o nome Jan Sterling desempenhou vários papéis secundários nos anos seguintes, com destaque para a interpretação em The Big Carnival, de Billy Wilder, em 1951.
Em 1954, a interpretação de uma mulher que faz um casamento combinado em The High and the Mighty, de William A. Hellman e com John Wayne, valeu-lhe uma nomeação para os Óscares. Apesar de não ter sido premiada pela Academia de Hollywood, acabou por ganhar o Globo de Ouro de interpretação graças ao mesmo filme. Ainda nesse ano, participou num filme inglês que foi a primeira versão cinematográfica da obra literária 1984, de George Orwell.
Até 1969, participou ainda em diversos filmes e programas televisivos, mas, a partir desse ano, dedicou-se apenas à representação em palco. Em 1976, regressou à televisão para participar na série Backstairs at the White House.
Progressivamente deixou a carreira de atriz e passou a dedicar-se a causas humanitárias.
Após vários anos de ausência em atos públicos apareceu num festival de cinema em Los Angeles, no outono de 2001.
Jan Sterling foi distinguida, em 1968, com o Prémio de Carreira do Century Club, composto por deputados judeus do congresso norte-americano, em reconhecimento pela sua colaboração em programas de rádio e televisão em defesa das mulheres judaicas.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Jan Sterling na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-16 11:58:24]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais