Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

José Martins Garcia

Escritor português nascido em 1941, na ilha do Pico, Açores. Licenciou-se em Filologia Românica na Universidade de Lisboa e doutorou-se na Universidade dos Açores, estabelecimento onde é catedrático, tendo exercido o cargo de professor assistente na Faculdade de Letras de Lisboa. Colaborou em diversas publicações como A Capital e o Diário de Notícias e foi diretor-adjunto do Jornal Novo (1976). Enveredou por vários géneros literários e abordou temáticas relacionadas com os Açores e a Guerra Colonial. Escreveu obras como os romances Lugar de Massacre (1975), A Fome (1978), O Medo (1982) e Memória da Terra (1990), os contos Morrer Devagar (1979), os livros de poesia Feldegato Cantabile (1973) e Invocação a um Poeta e Outros Poemas (1984), e a peça Domiciano (1987), entre outras obras. É também autor de ensaios como Linguagem e Criação (1973), Para uma Literatura Açoriana (1987) e Exercícios da Crítica (1995), entre outros.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – José Martins Garcia na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-24 03:47:05]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais