Academia Virtual - O Poder da Voz

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jostein Gaarder

Escritor norueguês, Jostein Gaarder nasceu em 1952, na cidade de Oslo. Filho do presidente do conselho diretivo de uma escola e de uma professora, também escritora de livros para crianças, estudou na Katredalskole da sua cidade natal. Concluído o ensino secundário, ingressou na Universidade de Oslo, onde estudou Teologia e Línguas Escandinavas.
Casou-se em 1974 e começou então a escrever, colaborando na feitura de manuais escolares de Filosofia e Teologia. Em 1981 mudou-se para a cidade portuária de Bergen, onde passou a ocupar a posição de professor de Filosofia numa escola secundária.
Em 1986 publicou a sua primeira obra de ficção, uma recolha de contos intitulada Diagnosen og Andre Noveller. Seguiram-se dois livros para crianças, Barna Fra Sukhavati (1987) e Froskeslottet (1998).
No ano de 1990 apareceu Kabalmysteriet, obra narrada por Hans Thomas, um jovem de doze anos de idade, e que venceu dois prémios literários, um atribuído pelo Ministério dos Assuntos Culturais e Científicos norueguês, e o outro pelo Núcleo de Críticos Literários do mesmo país.
Jostein Gaarder consagrou-se como escritor a nível internacional quando, em 1991, publicou Sofies Verden (O Mundo de Sofia), obra que veio a constituir um enorme sucesso, acabando por ser traduzida para cerca de meia centena de idiomas. No fundo um manual escolar escrito sob a forma de romance, Sofies Verden descreve a viagem intelectual de Sofie Amundsen, uma jovem de catorze anos. Quando lhe depositam um papelinho na caixa do correio contendo duas perguntas, "Quem és tu?" e "De onde vem o mundo?", Sofie deixa-se guiar pelo enigmático Alberto Knox, numa aventura que a leva à Grécia Antiga e ao Big Bang.
O sucesso da obra permitiu a Gaarder dedicar-se à escrita a tempo inteiro, pelo que continuou a publicar as suas obras, entre as quais se destacam Julemysteriet (1992), I Et Speil, I En Gåte (1993), Vita Brevis (1996, A Vida é Breve) e Sirkusdireltørens Datter (2002). Também lhe permitiu a criação, em 1997, da Fundação Sofia, com o intuito de promover o Ambiente. A fundação atribui anualmente o Prémio Sofia, a indivíduos ou organizações que se tenham destacado na investigação de meios alternativos ao desenvolvimento poluente e insustentável.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Jostein Gaarder na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-10-04 10:37:13]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais