Natal WOOK
Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Joy Division

Grupo rock inglês originário de Manchester, foi formado em 1977. Originalmente conhecido por Warzaw, Joy Division era composto por Ian Curtis (n. 15-07-1956, Macclesfield, Cheshire; m. 18-05-80) na voz, Bernard Albrecht (n. 04-01-56, Salford, Manchester) na guitarra, Peter Hook (n. 13-02-56, Manchester) no baixo, e Steven Morris (n. 28-10-57, Macclesfield, Cheshire) na bateria.
Após a edição de um EP de quatro temas em 1978, An Ideal For Living, assinaram contrato com Factory Records. No ano seguinte surgiu o álbum de estreia, Unknown Pleaures, que obteve o aplauso da crítica e ocupou por muito tempo as tabelas de vendas independentes graças a temas como "Atmosphere", "She's Lost Control" e "Transmission". Grande parte das atenções dos media e dos próprios fãs recaía em Ian Curtis, o vocalista enigmático, conhecido pelos comportamentos neuróticos que adotava em palco. A sua saúde débil impediu a realização de alguns concertos, chegando a sofrer por várias vezes em palco ataques de epilepsia e perda de consciência temporária.
Em abril de 1980 surgiu o single "Love Will Tear Us Apart", considerado o grande clássico do grupo. Em vésperas da digressão americana, a 18 de maio, Ian Curtis suicidou-se por enforcamento. Dois meses mais tarde surgiu Closer, o segundo álbum do grupo, considerado pela crítica especializada um dos mais importantes da década de 80. Para além de "Love Will Tear Us Apart", dele fizeram parte temas como "Isolation", "Passover", "Heart And Soul" e "Twenty-Four Hours". Em 1981 foi editado Still, trabalho que reuniu raridades do grupo, bem como alguns temas ao vivo. 1988 viu a edição da antologia Substance e a reedição do single "Atmosphere".
Após a dissolução dos Joy Division, os restantes membros da banda formaram os New Order, referência da música pop de cariz eletrónico.
O ano de 1995 assinalou os 15 anos da morte de Ian Curtis. Neste âmbito foi editada a compilação Permanent: Joy Division 1995, o álbum-tributo A Means To An End, e a biografia de Ian Curtis, Touching From A Distance, escrita pela sua mulher, Deborah Curtis.
Foram também editados dois álbuns com temas gravados ao vivo, tentando captar a energia única dos Joy Division, especialmente de Ian Curtis, um dos ícones da geração Madchester. Assim, no ano de 1999, foi editado Preston Warehouse 28 February 1980 e, dois anos mais tarde, saiu Les Bains Douches 18 December 1979.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Joy Division na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-12-06 23:14:56]. Disponível em
Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río