Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Bom português

puder ou poder?

ver mais

trás ou traz?

ver mais

impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Kathmandu

Aspetos Geográficos
Capital e maior cidade do Nepal, Kathmandu (ou Katmandu, em português) situa-se no centro do país e eleva-se a aproximadamente 1300 metros de altitude. O vale fértil que circunda a cidade possui o mesmo nome, sendo atravessado pelo rio Bagmati. Fica a cerca de 90 km da fronteira com a Índia. Possui uma população de 800 000 habitantes (2006).
História e Monumentos
Comércio numa rua de Kathmandu
Kathmandu, a capital do Nepal, foi fundada em 723
Santuário de Swayambhu, em Katmandu, no Nepal
Centro da cidade de Kathmandu, no Nepal
O vale de Kathmandu foi povoado desde 900 a. C. Os kirats foram os primeiros governadores do vale de que há registo, tendo a cidade sido fundada pelo rei Gun Kamdev em 723 d. C. A dinastia Malla governou a região entre os séculos XII e XVII, sendo grande parte da sua arquitetura antiga atual ainda dessa época. Passou a ser a capital do país no século XVIII. Em 1934, ficou muito danificada em consequência de um sismo. Na década de 60, a cidade foi muito popular entre os hippies de todo o mundo, que aí podiam obter facilmente drogas a preços baixos. A situação alterou-se uns anos depois com a entrada em vigor de leis severas para acabarem com a situação. Entre os seus principais monumentos, destacam-se o Palácio Real (construído por volta do ano 1900), o Templo Budista e o Mosteiro de Swayambhu, cujos terraços são ocupados por macacos.
Aspetos Turísticos e Curiosidades
O centro da cidade - à volta da Praça Durbar - é uma espécie de labirinto de ruas estreitas, casas com varandas de madeira, mercados e templos hindus e budistas. Na Praça Durbar situa-se um templo conhecido por Maru Satal, construído em 1596, feito totalmente de madeira. O significado do nome da cidade - "estrutura de madeira" - tem aí a sua origem. O Thamel é o principal centro de turismo da cidade, sendo uma área constituída por duas ruas paralelas a oeste do Palácio Real, onde se situam diversos hotéis, restaurantes e lojas. Destacam-se ainda, ao nível dos locais de interesse, a Torre de Bhimsen, a Chowk Nasal (onde se situam estátuas, templos e o Museu Rana) ou o Pashupatinath, um templo a Shiva. Um dos meios de transporte típicos da cidade é o riquexó.

Economia
A cidade possui algumas infraestruturas administrativas que lhe conferem um certo dinamismo, embora o país seja pobre e muito dependente da agricultura. O turismo é outro setor de importância crescente. Relativamente às indústrias, incluem essencialmente o processamento de produtos agrícolas como a juta, a cana-de-açúcar, o tabaco e o grão. As principais exportações são os tapetes, a roupa e os produtos em pele. A instabilidade política também não ajuda ao crescimento económico, mantendo alguma dependência da ajuda exterior.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Kathmandu na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-11-28 08:54:23]. Disponível em
Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Bom português

puder ou poder?

ver mais

trás ou traz?

ver mais

impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais