Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Lisa Stansfield

Cantora pop-soul inglesa, Lisa Jane Stansfield nasceu a 11 de abril de 1966, em Manchester. Enquanto jovem participou em vários concursos televisivos. Aos 14 anos os seus dotes vocais deram-lhe a vitória numa competição numa discoteca local em Rochdale. Ainda com 15/16 anos começou a gravar alguns discos pop, chegando a apresentar um programa da televisão britânica.
Em 1983 formou o grupo Blue Zone com Andy Morris e Ian Devaney, antigos colegas de escola. O grupo gravou alguns temas de relativo sucesso como "On Fire", "Thinking About His Baby" e "Big Thing".
Em 1989 Lisa cantou o tema "People Hold On" dos produtores britânicos Coldcut. No mesmo ano gravou o álbum de estreia a solo, Affection, atingindo a marca da platina, para o qual contribuíram os êxitos "All Around The World", "This Is The Right Time" e "You Can't Deny It". Com este álbum obteve vários prémios na indústria da música, nomeadamente três Brit Awards e um Billboard Award. Foi ainda nomeada para dois grammy.
Capa do álbum "Affection" (1990) de Lisa Stansfield
Seguiu-se Real Love (1991), disco que confirmou influências de artistas como Barry White e Marvin Gaye e que produziu os êxitos "Change", "All Woman" e "A Little More Love".
Em 1991, participou no concerto-tributo a Freddy Mercury (Queen), ao surgir com George Michael na interpetação de "These Are The Days Of Our Lives".
Em 1992 regravou "All Around The World", em dueto com Barry White, e participou na coletânea Red Hot + Blue, com o tema "Down In The Dephs" de Cole Porter.
Outros trabalhos de Lisa Stansfield foram In Session (1992), So Natural (1993) e Lisa Stansfield (1997), que incluiu os êxitos "The Real Thing" e "Never, Never Gonna Give You Up".
O ano de 1999 marcou sua estreia no cinema, com o filme Swing, cuja banda sonora ficou a seu cargo.
Em 2001, a cantora retomou as edições discográficas, com o registo Face Up a revelar uma lógica de continuidade em relação aos trabalhos mais antigos da cantora.
No ano de 2003, o afastamento de Lisa Stansfield dos estúdios, levou a sua editora a reeditar cinco dos seus álbuns, acrescentando-lhes as sempre apetecíveis faixas extra. Ainda nesse ano, merece destaque a edição especial Complete Collection, uma coleção de seis CD, apenas disponível no Reino Unido, reunindo os cinco álbuns de estúdio da cantora e um sexto disco com excertos de um espetáculo no estádio de Wembley (1992) e algumas misturas de temas de Lisa Stansfield.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Lisa Stansfield na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-28 21:06:04]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais