Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

< voltar
< 1 min

literatura romântica

A revolução do Romantismo, implicando uma desvalorização das poéticas neoclássicas, passou pela redefinição do conceito de Literatura. Foi a partir do Romantismo que o termo Literatura tendeu a aproximar-se do seu sentido atual, deixando de abarcar a totalidade do saber livresco e passando a designar uma forma específica de expressão e comunicação artísticas. Os limites do domínio da Literatura, entendida como conjunto das obras que correspondem a esse específico fenómeno estético, alargaram-se, passando a abarcar géneros novos ou que anteriormente não eram considerados literários: no primeiro caso, enquadram-se o drama, o romance histórico, o romance de costumes; no segundo, a crónica jornalística e o conto popular. Paralelamente, muitos géneros característicos do Neoclassicismo, como a tragédia, a écloga, ou as odes pindáricas e sáficas entraram em decadência.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – literatura romântica na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-11 08:59:07]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais