Academia Virtual - O Poder da Voz

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Machado Soares

Cantor, letrista e compositor português, Fernando Machado Soares nasceu a 3 de setembro de 1930, em S. Roque do Pico (Açores). É uma das maiores vozes do fado ou canção de Coimbra, autor da célebre "Balada da Despedida", celebrizada pelo verso «Coimbra tem mais encanto...».
Descobriu a sua vocação musical apenas em Coimbra, para onde foi estudar Direito nos anos 50. Integrou-se num grupo histórico de fados e guitarradas, que incluía Zeca Afonso, Luiz Goes, Fernando Rolim, Florêncio de Carvalho, António Brojo, António Portugal, entre outros. E destacou-se, não só como intérprete e guitarrista, mas também como compositor, tendo sido essencial para o desenvolvimento da canção daquela cidade e para os percursos de notáveis cantores como José Afonso e Adriano Correria de Oliveira. Foi colaborador dedicado dos organismos académicos, tendo representado a universidade no Brasil e em África na década de 1950 e, mais tarde, também nos Estados Unidos. Esteve na base de uma das mais importantes gravações da história da música coimbrã, o Coimbra Quintet. De resto, estava previsto ser ele a dar a voz ao grupo. Contudo, faltou à sessão de gravação, pelo que foi substituído, à última da hora, por Luiz Goes. Uma certa irregularidade pautou inicialmente a sua carreira. Apesar de muito solicitado, Machado Soares fazia questão de só cantar quando lhe apetecesse.
Formou-se em 1958 e seguiu a carreira de magistrado. E, nessa altura, ao contrário do que muitos esperavam, dedicou-se com maior fervor à música, em constantes visitas a Coimbra, tendo então convivido com José Niza, Fernando Gomes Alves, Manuel Pepe e Francisco Bandeira Mateus. Quando foi transferido para o Tribunal de Almada, passou a atuar nas casas de fado de Lisboa, sobretudo no Sr. Vinho, restaurante de Maria da Fé.
Tem um extensíssimo reportório e temas seus foram interpretados por José Afonso, Adriano Correia de Oliveira, Luiz Goes e mesmo pelo Coro da Ópera de Helsínquia. É autor da letra e da melodia de um dos maiores clássicos de Coimbra, a "Balada de Despedida de 1956", com os famosos versos «Coimbra tem mais encanto/na hora da despedida». Na sua voz, também ficaram famosas canções como "Balada do Entardecer" (Machado Soares), "Fado das Andorinhas" (Sutil Roque), "Fado da Noite" (Machado Soares), "O meu Menino é d'oiro" (Alexandre Resende) ou "Saudades de Coimbra" (Mário Maria da Fonseca).
Durante a presidência de Mário Soares, foi agraciado com a comenda da Ordem do Infante. Após a morte de Amália Rodrigues, em 1998, por vontade expressa da fadista, assumiu a presidência da Fundação Amália Rodrigues, que tem desenvolvido diversas atividades, incluindo os Prémios Amália Rodrigues, a partir de 2005.
A sua discografia, gravada em Portugal e em França, inclui álbuns como Tempos de Coimbra (Alvorada, 1983), Coimbra tem mais encanto (1986), Radio France (gravado ao vivo nos estúdios da Radio France em 1987), Fernando Machado Soares (Polygram, 1988) e Portugal: le fado de Coimbra (1988, Harmonia Mundi, Portugal (Ocorra, 2001).
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Machado Soares na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-10-04 14:06:07]. Disponível em
Artigos
ver+
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Machado Soares na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-10-04 14:06:07]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais