Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Mafra

Aspetos Geográficos
O concelho de Mafra, do distrito de Lisboa, localiza-se na Região Centro (NUT II) no Oeste (NUT III). Situa-se cerca de 40 km a noroeste da capital e a 7 km do mar. É importante destacar neste concelho a Reserva Natural da Tapada de Mafra, onde existem javalis, veados e gamos, sendo uma área protegida.
O concelho está rodeado pelos concelhos de Torres Vedras a norte, Sobral de Monte Agraço a nordeste, Arruda dos Vinhos a este, Loures a sudeste, Sintra a sul e pelo oceano Atlântico a oeste.
Brasão do concelho de Mafra
Convento de Mafra
Mafra ocupa uma área de 291,5 km2, na qual se distribuem 17 freguesias: Azueira, Carvoeira, Cheleiros, Encarnação, Enxara do Bispo, Ericeira, Gradil, Igreja Nova, Mafra, Malveira, Milharado, Santo Estêvão das Galés, Santo Isidoro, São Miguel de Alcaínça, Sobral da Abelheira, Venda do Pinheiro e Vila Franca do Rosário.
Em 2005, o concelho apresentava 59 798 habitantes.
O natural ou habitante de Mafra denomina-se mafrense.
Este concelho apresenta uma grande diversidade morfológica e é possuidor de uma extensa costa atlântica, onde pequenas praias são geralmente enquadradas por arribas rochosas ou falésias.
História e Monumentos
Mafra é uma vila muito antiga que, no mesmo ano da tomada de Lisboa, foi conquistada aos Mouros por D. Afonso Henriques.
O concelho de Mafra possui um dos mais importantes patrimónios arquitetónicos, históricos e culturais do país de onde se destaca o Convento de Mafra (séc. XVIII), que inclui também um Palácio, um Mosteiro e uma Basílica, que é ladeada por duas torres sineiras onde estão os famosos carrilhões. Na parte Sul do Convento está instalada desde os fins do século XIX a Escola Prática de Infantaria.
São também de destacar a Igreja de Santo André em Mafra, a Igreja de S. Pedro de Grilhões na Azueira, a Igreja Paroquial na Carvoeira, a Igreja Matriz Manuelina em Cheleiros, a Igreja de Nossa Senhora da Encarnação (séc. XVII) na Encarnação, a Capela de Nossa Senhora do Monte do Carmo na Venda do Pinheiro, a Igreja de S. Silvestre (séc. XVII) no Gradil, a Capela de Nossa Senhora dos Remédios (séc. XVII) na Malveira e o Forte da Ericeira.
O Museu do Centro de Estudos Históricos e Etnográficos e o Arquivo/Museu da Ericeira são também duas importantes referências culturais da região.
Tradições, Lendas e Curiosidades
Neste concelho realizam-se as seguintes festas: Nossa Senhora da Conceição (8 de dezembro) na Ericeira, no Gradil e na Igreja Nova; aNossa Senhora do Cabo (8 de setembro) em Santo Estêvão das Galés; Nossa Senhora do Socorro (5 de agosto) em Enxara do Bispo; Nossa Senhora da Assunção (15 de agosto) em Cheleiros; Nossa Senhora da Boa Viagem (20 de agosto) na Ericeira; a Nossa Senhora da Encarnação (15 de agosto) na Encarnação; a Festa do Menino Jesus (25 de dezembro) em Santo Isidoro e a Festa do Santíssimo (segundo domingo de setembro) em Mafra.
O feriado municipal ocorre na quinta-feira de Ascensão.
No artesanato salienta-se a produção de louças e figuras de barro.
Economia
O turismo é uma das principais atividades económicas do concelho em que as vertentes histórica e cultural se podem também associar à vertente natural, a costa atlântica com as suas praias e o espaço verde da Tapada de Mafra são os seus expoentes máximos. O valoroso património arquitetónico existente atrai todos os anos inúmeros visitantes não só nacionais como também estrangeiros.
A agricultura é outra atividade económica importante na região de onde se destaca o milho, as batatas, as favas e principalmente a vinha. Na indústria salienta-se o fabrico de tijolos e telha.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Mafra na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-04 16:10:22]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros