Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Maia

Aspetos Geográficos
O concelho da Maia, do distrito do Porto, localiza-se na Região do Norte (NUT II) no Grande Porto (NUT III) e faz parte da Área Metropolitana do Porto. É um concelho densamente urbanizado, com forte implantação industrial.
O clima da Maia é ameno e os seus solos são conhecidos pela sua fertilidade.
Entrada da cidade da Maia
Vista aérea da cidade da Maia
Igreja de Águas Santas (ou de Nossa Senhora do Ó), na Maia
Marcador eletrónico do estádio Dr. Vieira de Carvalho, na Maia
Brasão do concelho da Maia
Confina com os concelhos de Vila do Conde e Trofa a norte, Santo Tirso, Valongo e Gondomar a este, Porto a sul e Matosinhos a oeste.
Com uma área de 83,2 km2, compreende 17 freguesias: Águas Santas, Barca, Folgosa, Gemunde, Gondim, Gueifães, Maia, Milheirós, Moreira, Nogueira, Avioso (Santa Maria), Avioso (São Pedro), São Pedro Fins, Silva Escura, Vermoim, Vila Nova da Telha e Pedrouços.
Em 2005, o concelho apresentava 127 369 habitantes.
O natural ou habitante de Maia denomina-se maiano ou maiato.
História e Monumentos
O concelho tem um povoamento milenar. Foram encontrados vestígios que datam do paleolítico.
Em 1519 D. Manuel I concedeu foral à Maia.
O território que é hoje o concelho da Maia é apenas uma pequena parte do que foi no século XVIII, quando se alongava desde a cidade do Porto até ao rio Ave, chegando a alcançar o mar. Com a reforma de Mouzinho da Silveira, a Maia perde algumas freguesias que passaram então a integrar os concelhos vizinhos, como foi o caso do Porto, Matosinhos, Gondomar e Vila do Conde.
Dos vários monumentos do concelho, destacam-se a Igreja de Águas Santas, do século XIII, a Igreja Conventual de Moreira da Maia, do século XVI, o mosteiro de Moreira, o solar e Quinta dos Cónegos, a ponte romana sobre o rio Leça e os oito marcos miliários da via romana de Braga ao Porto.
O património concelhio integra ainda moinhos fluviais ou de rodízio que em tempos faziam a moagem do trigo e do milho.
Tradições, Lendas e Curiosidades
Realizam-se várias feiras no concelho, como as semanais em Castelo às segundas-feiras, na Maia aos sábados, em Nogueira às quartas-feiras, em Moreira às quintas-feiras, em Santana às sextas-feiras e em Pedrouços às terças-feiras. Na Maia há mercado todos os dias.
O segundo domingo de julho é o dia da romaria de Nossa Senhora do Bom Despacho, na Maia. Na freguesia de Gueifães tem lugar a festa de Nossa Senhora da Saúde, quinze dias depois do domingo de Páscoa.
O feriado municipal é na segunda-feira posterior ao segundo domingo de julho.
A tradição trouxe até aos nossos dias os trajes típicos deste concelho, como o traje de trabalhar, de feirar, de ir à festa, de ir à missa de domingo e dos noivos. Da mesma forma, os ranchos folclóricos conservam as danças tradicionais. É o caso do verdegar, do malhão-do-dia, do malhão-da-noite, da cana real da Maia, do regadinho, da Ó Ana se tu és Ana, da primavera e do vira das desfolhadas.
Foi na Maia que se produziram muitas das velas que equiparam as caravelas do tempo dos descobrimentos.
A tradição artesanal da Maia engloba a carpintaria, a cerâmica, os brinquedos, a cestaria, a confeção de trajes regionais, a chapelaria, a escultura, o fabrico de instrumentos musicais, de sinos, de candeias, a tamancaria, a fundição, a latoaria, a pirotecnia, a tecelagem, o trabalho de materiais como o ferro, a pedra, o vidro e o estanho, a confeção de doces regionais, de aguardentes e licores, de enchidos e do pão.
Economia
O concelho da Maia tem apresentado uma dinâmica de crescimento assinalável, para a qual tem contribuído, além do empenho dos seus habitantes, as boas acessibilidades, das quais se salienta a proximidade do aeroporto Francisco Sá Carneiro. Estes fatores estão certamente na origem da forte industrialização do concelho, que é um dos mais industrializados do distrito.
A agricultura desde há muito que vem usufruindo dos solos férteis, produzindo-se batata, frutas, feijão, milho, produtos hortícolas, trigo e vinhos, muitas vezes de forma tradicional, mas em muitos casos com técnicas e equipamentos modernos.
O concelho possui já um conjunto alargado de equipamentos de lazer que potencializam o desenvolvimento do turismo. A tendência de crescimento do comércio e serviços, nomeadamente com o aparecimento de grandes superfícies comerciais, confirmam uma certa terciarização das freguesias do concelho da Maia.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Maia na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-25 17:31:16]. Disponível em
Artigos
ver+

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais