Academia Virtual - O Poder da Voz

Livros e Autores

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Manifesto do Partido Comunista

Membros da Liga dos Comunistas, Karl Marx e Friedrich Engels são por ela encarregados de elaborar o Manifesto do Partido Comunista, que acaba por resultar num documento em que se expõe a doutrina do socialismo científico, não só como programa político e filosófico, mas também como incitação à luta do operariado. O Manifesto surge, assim, na sequência do apelo lançado por aquela sociedade operária internacional, por ocasião do seu congresso realizado em Londres em 1847, onde é publicado no ano seguinte. Trata-se de uma peça de interesse fundamental na História do comunismo, na medida em que traça diretrizes para uma teoria e uma prática revolucionárias. Resumem-se essas linhas de força ao reconhecimento da luta de classes como inquestionável motor da História, à missão do movimento operário, unido e forte, no sentido da derrocada final do capitalismo e ao fim das contradições da sociedade de classes, passando pela ditadura do proletariado. Termina o Manifesto com uma frase que se converteu no lema do comunismo mundial: "Proletários de todo o mundo, uni-vos!"
Este manifesto expõe, com clareza e vigor, uma nova conceção do mundo e da sua evolução: o materialismo aplicado à sociedade, isto é, a teoria da luta de classes e da missão revolucionária devolvida na História ao proletariado, que, assim, acaba por ser o criador de uma nova sociedade, fruto da necessidade histórica de uma revolução socialista que se pretende justa e igualitária - a sociedade comunista. A sua forma moderna, diziam os autores, é o antagonismo entre a burguesia e o proletariado, oposição que deverá terminar com a derrota da primeira, a abolição da propriedade privada e da exploração do trabalho, e a instauração de uma sociedade baseada na igualdade dos cidadãos. Enfim, só o comunismo, segundo Marx e Engels, tende à justiça e à supressão de classes e privilégios. O caminho para a concretização do comunismo passa pela unidade dos trabalhadores e pela revolução, a realizar com o objetivo de impor a ditadura do proletariado.
Como forma de organização social e económica, caracterizada pela abolição da propriedade privada individual e hereditária, a socialização dos meios de transporte, de produção, de crédito, a educação pública e o envolvimento dos trabalhadores na direção do Estado, o comunismo, aparentemente esvaziado do seu misticismo por Marx, foi cientificamente apresentado por ele neste documento como um imperativo de grandeza histórica, colocando-o como o único sistema de relações sociais capaz de suprimir as contradições e imperfeições do capitalismo dirigido pela sociedade burguesa, insuflado ainda mais pelos lucrativos ventos resultantes da industrialização crescente do mundo do século XIX.
Este documento histórico que é o Manifesto do Partido Comunista pretende, assim, de acordo com Marx e Engels, definir o comunismo como a "apropriação real da essência humana pelo homem e para o homem", apresentando-se como um projeto de futuro e realizando a "passagem do reino da necessidade para o reino da liberdade".
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Manifesto do Partido Comunista na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-10-07 10:11:55]. Disponível em

Livros e Autores

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais