Academia Virtual - O Poder da Voz

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Marat

Figura de referência do movimento de oposição ao Antigo Regime que viria a conduzir à Revolução Francesa, Jean Paul Marat, nascido em Boudry (Cantão de Neuchâtel) em 1743, foi médico, escritor e político. Em 1767 encontrava-se em Londres onde publicou obras de cariz revolucionário, cujos temas abordavam a situação dos mais desfavorecidos, a insolência dos ricos, o despotismo do Estado e da religião e o direito à revolta.
Regressou a França em 1777 onde exerceu a medicina. Interessou-se também por tudo o que dizia respeito às ciências, nomeadamente a eletricidade e o magnetismo. Deixando de exercer medicina, ocupou-se na elaboração de brochuras revolucionárias das quais se destaca um Projet de Déclaration des droits de l'homme et du citoyen. Em 1789 fundou o jornal L'Ami du peuple onde expressava as suas ideias contra quem se servia da revolução para seu benefício próprio. A intransigência das suas ideias valeu-lhe a prisão em 1789, dois exílios em Londres, entre 1790 e 1792, e a suspensão do jornal. De regresso a Paris, empenhou-se totalmente na queda da monarquia.
Com a proclamação da República (1792) deu continuidade ao jornal, mas agora sob o nome de Journal de la Republique Française. Foi deputado de Paris na Convenção e tornou-se no alvo dos Girondinos. Teve direito a voto por apelo nominal aquando da decisão da condenação à morte de Luís XVI. Em 1793 regressou triunfante à Convenção e organizou a insurreição de 2 de junho que provocaria a queda dos Girondinos.
Nesse mesmo ano foi assassinado em Paris por Charlotte Corday, tornando-se num mártir da Revolução Francesa.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Marat na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-10-04 12:09:34]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais