Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Mário Vilela

Linguista português e professor jubilado da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Mário Augusto do Quinteiro Vilela nasceu a 2 de janeiro de 1934, em Vilarinho da Samardã (Vila Real).
Licenciou-se em Filologia Românica, em 1969, pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e completou o doutoramento na Universidade de Tübingen, na Alemanha, em 1978, em que obteve a máxima classificação com a dissertação "Lexikalische Semantik - Wortfeltheorie. Theorie und Anwendung auf dem Portuguiesischen".
Sendo docente na Faculdade de Letras da Universidade do Porto desde 1970, Mário Vilela foi, em muitos momentos, convidado a lecionar em vários cursos de licenciatura, mestrado e doutoramento desenvolvidos em universidades portuguesas (Universidades de Lisboa, de Évora, de Trás-os-Montes e Alto Douro, dos Açores, da Madeira, Universidade Católica) e estrangeiras (na Alemanha, em Espanha, no Brasil, em Moçambique e em Macau).
A sua vasta e preciosa obra bibliográfica atesta um perfil científico muito polifacetado, versando áreas como a linguística românica, a linguística portuguesa, a lexicologia e a lexicografia, as terminologias, a linguística geral e, mais recentemente, a linguística cognitiva. Mas foi sobretudo na aplicação do modelo da Gramática de Valências à língua portuguesa que o nome de Mário Vilela se tornou verdadeiramente incontornável e fundamental enquanto alternativa teórica à gramática generativa. São, assim, de destacar os seguintes títulos, além das dezenas de artigos em revistas e congressos nacionais e internacionais: Gramática de Valências: Teoria e Aplicação ao Português, 1980, Coimbra: Almedina; Dicionário Básico do Português, 1983, Porto: Asa; Estudos de Lexicologia do Português, 1990, Coimbra: Almedina; Tradução e Análise Contrastiva: Teoria e Aplicação, 1994, Coimbra: Almedina; Gramática da Língua Portuguesa, 1999, Coimbra: Almedina; Metáforas do nosso tempo, 2002, Coimbra: Almedina.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Mário Vilela na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-18 13:31:54]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros