Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

< voltar
< 1 min

Miniaturas

Volume de poesias de Gonçalves Crespo, em que a temática amorosa e o retrato da figura feminina (vejam-se composições como "Modesta", "Sara", "Alguém" e "Mãe"), com ressonâncias do lirismo ultrarromântico, não escondem uma evolução no sentido do parnasianismo, com notações sóbrias e realistas de ambientes e cenários vazadas num estilo cuidado e depurado. Composições como "A sesta", "Na roça" ou "Ao meio-dia" evocam os ambientes tropicais brasileiros, bem familiares ao autor.
Gonçalves Crespo (1846-1883), considerado o iniciador do Parnasianismo português
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Miniaturas na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-16 14:00:57]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais