Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Mirita Casimiro

Atriz portuguesa, de seu nome completo Zulmira Casimiro de Almeida, nascida em 10 de outubro de 1916, em Viseu, e falecida em 25 de março de 1970, em Cascais. Subiu aos palcos bastante cedo, com 18 anos, integrando o elenco da revista Viva a Folia (1934). As suas atuações foram marcadas pela irreverência e pela desenvoltura, tendo sido muito popular em revista. Foi também extremamente popular no Brasil, onde viveu durante oito anos. Fez também opereta, farsa e comédia, protagonizando, no cinema, a película Maria Papoila, de 1937, comédia popular que foi o seu maior êxito. Foi casada com Vasco Santana, com quem formaria uma Companhia Teatral. Em 1965, ingressou no elenco do Teatro Experimental de Cascais, a primeira companhia de teatro independente de Portugal. A sua última aparição cinematográfica foi na comédia Um Campista em Apuros (1968). Em 1968, um violento acidente de viação obrigou-a a abandonar os palcos. Na sua cidade natal, existe um auditório com o seu nome.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Mirita Casimiro na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-09-27 11:46:33]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais