Academia Virtual - O Poder da Voz

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Muhammad Yunus

Economista bangladeshiano nascido a 28 de junho de 1940, na aldeia de Bathua, em Chittagong. Iniciou os estudos em Economia em 1955, na Universidade de Dhaka, onde terminou o mestrado em 1961. Recebeu uma bolsa de estudo e foi fazer o doutoramento nos Estados Unidos da América, na Universidade Vanderbilt, tendo terminado em 1969. Seguidamente, e até 1972, foi professor assistente de Economia de 1969 a 1972 na Middle Tennessee State University.
Após este período nos EUA, regressou ao Bangladesh, onde iniciou uma luta contra a fome que assolava o país. A partir de então, dedicou-se a descobrir formas de combate à pobreza através de pequenos empréstimos. Os bancos recusam-se a emprestar dinheiro a pessoas sem recursos por falta de garantias de retorno, mas Yunus desenvolveu aquilo a que hoje se chama o microcrédito, de forma a conceder esses empréstimos às pessoas mais desfavorecidas para que possam iniciar atividades que lhes garantam o sustento. De 1975 a 1989 foi o Diretor do Programa Económico Rural. Em 1976, com os resultados positivos obtidos, fundou o banco Grameen, conhecido como "banco da aldeia", para consolidar o programa contra a pobreza já iniciado.
Entre os muitos prémios que lhe foram atribuídos, recebeu o Prémio Nobel da Paz, juntamente com o banco Grameen, em 2006, pelo seu empenho na erradicação da pobreza através do desenvolvimento do microcrédito, contribuindo assim para o crescimento económico e social.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Muhammad Yunus na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-09-30 14:00:51]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais