Livros e Autores

O Retiro

Sarah Pearse

A Imperatriz

Gigi Griffis

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

< voltar
< 1 min

Noturnos

Volume de poesias de Gonçalves Crespo, dedicado à poetisa Maria Amália Vaz de Carvalho, esposa do autor. Relativamente a Miniaturas, a obra caracteriza-se por um maior apuramento formal, com narrações dramáticas de recorte parnasiano, como por exemplo "As primeiras lágrimas de El-rei", "O juramento do árabe", "Em caminho da guilhotina", e poemas de extrema sobriedade, tais como "A negra" ou "O coveiro". A obra inclui ainda composições dedicadas a poetas portugueses ("Camoniana", homenagem a Camões, e "Trio de poetas", consagrado a João de Lemos, João de Deus e João Penha) e traduções de Gautier, Daudet e alguns números do Intermezzo de Heine.
Gonçalves Crespo (1846-1883), considerado o iniciador do Parnasianismo português
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Noturnos na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2023-02-07 01:23:10]. Disponível em
Livros e Autores

O Retiro

Sarah Pearse

A Imperatriz

Gigi Griffis

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov