Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Omar Sharif

Ator egípcio, Michael Shalhoub, de seu verdadeiro nome, nasceu a 10 de abril de 1932, em Alexandria, e faleceu a 10 de julho de 2015.
Licenciou-se em Matemática, mas trabalhou durante um ano num negócio de serração de madeira que pertencia ao seu pai. Por intermédio de um ex-colega de faculdade, teve uma pequena prestação no filme egípcio Siraa-Fil-Wadi (1953). O sucesso deste filme tornou-o no ator mais requisitado do cinema egípcio, tendo em pouco tempo alcançado o estatuto de galã, participando em cerca de 20 títulos em 8 anos. Em 1962, o realizador David Lean surpreendeu tudo e todos ao apostar nele para desempenhar o papel de Sheriff Ali em Lawrence of Arabia (Lawrence da Arábia, 1962). Foi nomeado para o Óscar de Melhor Ator Secundário e encetou a partir daí uma sólida carreira em Hollywood, participando em sucessos como The Yellow Rolls-Royce (O Rolls-Royce Amarelo, 1964) e The Fall of the Roman Empire (A Queda do Império Romano, 1964). Mas a personagem mais marcante da sua carreira foi, sem dúvida, a de Doctor Zhivago (Doutor Jivago, 1965), um médico russo que enfrenta a Revolução Bolchevique e vê-se enredado num triângulo amoroso. Seguiram-se outros títulos como Poppies Are Also Flowers (O Maior Espião da História, 1966), Night of the Generals (A Noite dos Generais, 1966), More Than a Miracle (1967) e Funny Girl (Uma Rapariga Endiabrada, 1968) onde contracenou com Barbra Streisand. Ainda encarnou a figura de Ernesto Che Guevara em Che! (1969), mas a sua estrela empalideceria um pouco nos anos 70. Ainda protagonizou filmes como The Last Valley (O Vale Perdido, 1970), The Horsemen (1971), Juggernaut (Código: Juggernaut, 1974) e The Tamarind Seed (A Semente de Tamarindo, 1974), mas a partir daí as suas incursões cinematográficas saldaram-se por participações especiais em filmes franceses e italianos ou então papéis secundários como em The Pink Panther Strikes Again (1976), Ashanti (1979), Bloodline (Laços de Sangue, 1979) e Green Ice (1981). Ainda fez uma bem-sucedida incursão cómica em Top Secret! (Ultra Secreto, 1984), mas a partir daí foi presença constante em telefilmes e minisséries como Peter the Great (Pedro, o Grande, 1986), Harem (O Harém, 1986) e Il Principe del Deserto (O Príncipe do Deserto, 1989). As suas últimas aparições cinematográficas foram ao lado de Antonio Banderas em The 13th Warrior (O Último Viking, 1999) e secundando Viggo Mortensen em Hidalgo (O Grande Desafio, 2004). Sharif tornou-se também mundialmente conhecido por ser um ávido jogador e divulgador de bridge, jogo que aprendera durante a rodagem do seu filme de estreia.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Omar Sharif na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-16 10:09:58]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais