Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Os Lobos

"Tragédia rústica em três atos", da autoria de Francisco Lage e João Correia de Oliveira, levada à cena em agosto de 1920, no Teatro Nacional de Almeida Garrett, com um sucesso firmado em 44 representações sucessivas e em reprises, nos dois anos seguintes, em Lisboa, Porto, Coimbra, Braga, Viseu. A paz da pacata aldeia de Castro termina com a chegada à serra de Ruivo, um lobo do mar, que aí vem cumprir uma pena de desterro. O poder de sedução que exerce sobre as mulheres vale-lhe a hostilidade dos homens da aldeia que o acusam de ter matado umas cabras, misteriosamente estripadas. Na verdade o crime fora cometido por Gardunho, um louco que fora criado com os lobos. Além da história do trio amoroso Ruivo, Luzia e Águeda, salta para primeiro plano ao longo da peça a recriação exata da fala, usos, crenças e gestos do dia a dia da região rural. Por fim, para vingar a honra da mãe, o filho de Águeda mata Ruivo. Cumpre-se, assim, o sentido desvendado por Rino Lupo, autor da adaptação da peça ao cinema (cf. "Nota dos Editores à 2.a edição"), segundo o qual a peça simboliza a vitória do Portugal de tradição rural sobre o Portugal de tradição marítima.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Os Lobos na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-11 10:21:54]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais