Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

pacifismo

Já vem de longe o ideal pacifista, embora com interpretações diferentes. Tanto surgiu como consequência imediata dos sofrimentos causados pela guerra, como apareceu formulado em termos filosóficos ou religiosos. É o caso do "amor ao próximo" da doutrina cristã. Uma versão mais propriamente política da doutrina pacifista é a ideia de que a paz deveria ser assegurada por um sistema de alianças entre Estados.
O denominado movimento pacifista teve início nos Estados Unidos da América, com a New York Peace Society, fundada em 1815 por David L. Dodge, e outras associações semelhantes. Em 1828, essas associações fundiram-se numa só, a American Peace Society. Em 1848, em Bruxelas, realizou-se o primeiro congresso, verdadeiramente internacional, pela paz, com edições nos anos seguintes em Paris (1849), Frankfurt (1850) e Londres (1851). Em 1891 foi fundado o Bureau International Permanent de la Paix, em Berna, que passou a ser o órgão central do pacifismo.
Apesar de tantos esforços, em 1914 teve início a Primeira Guerra Mundial. No decurso do conflito, e especialmente nos Estados Unidos, faziam-se projetos para uma paz definitiva. O presidente Woodrow Wilson tomou posições que vieram a assumir uma grande importância, principalmente durante a Conferência de Paz que teve lugar em Paris. Desta conferência nasceu o Pacto da Sociedade das Nações (1919).
A declaração das Nações Unidas, 1942
A Sociedade tinha como objetivo desenvolver a cooperação entre as nações e garantir-lhes a paz e a segurança. Com esse objetivo, foi constituído um tribunal internacional permanente, não apenas para os países aderentes à Sociedade mas também extensível aos restantes.
Contudo, a Sociedade das Nações não conseguiu evitar que a Segunda Guerra Mundial eclodisse. Por isso, numa declaração conhecida por Carta do Atlântico, em 1941, o presidente norte-americano Roosevelt e o primeiro-ministro britânico Churchill demonstraram a sua intenção de criar um sistema de segurança internacional, assim que acabasse a guerra. Em 1942, vinte e seis nações aliadas assinavam a Declaração das Nações Unidas; em 1943, os representantes da China, dos EUA, do Reino Unido e da União Soviética, reunidos em Moscovo, reconheciam a necessidade de uma organização, baseada no princípio da igualdade soberana de todas as nações pacíficas, para a manutenção da paz e da segurança internacionais. Por fim, em 1944, os representantes das mesmas potências chegavam a acordo sobre os princípios essenciais da Organização das Nações Unidas (ONU). No ano seguinte, a ONU foi constituída com o objetivo de assegurar "a manutenção da paz e da segurança internacional, a defesa dos direitos humanos e o progresso económico e social dos povos".
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – pacifismo na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-02 13:13:58]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais