Natal WOOK
Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

parênquima

O parênquima propriamente dito é um tecido vegetal definitivo formado a partir do meristema fundamental, de constituição simples e formado por células vivas, grandes, com uma grande quantidade de vacúolos e cloroplastos e que apresentam paredes finas, não lenhificadas. O parênquima é o tecido mais abundante nas plantas.
A função do parênquima depende do local onde se encontra.
O parênquima clorofilino é constituído por células pouco especializadas, com numerosos cloroplastos, cujas paredes se mantêm finas. Encontra-se fundamentalmente nas folhas e nos caules e muito raramente nas raízes. Atendendo à disposição e forma das células, o parênquima clorofilino pode ser lacunoso, constituído por células mais ou menos esféricas que formam lacunas entre elas, ou em paliçada, constituído por células prismáticas muito alongadas verticalmente, com numerosos cloroplastos.
Tecido parenquimatoso amiláceo da batateira
O parênquima de reserva (embora esta função ocorra na maioria dos parênquimas, neste a especialização é mais significativa) pode armazenar amido (parênquima amiláceo) como acontece na batata, gorduras, ácidos, essências, entre outras substâncias, e pode encontrar-se em qualquer tipo de órgão vegetal.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – parênquima na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-12-06 23:24:37]. Disponível em
Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río