Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Paris

Aspetos Geográficos
Cidade do Norte de França e capital do país, está situada a 370 km da foz do rio Sena. O relevo apresenta altitude reduzida no centro da cidade, que vai aumentando até às áreas de colinas nos arredores. É influenciada por um clima temperado que regista invernos suaves e verões frescos. O ponto mais alto corresponde ao monte de Montmartre com aproximadamente 200 m de altitude. É a maior cidade francesa e conta com cerca de 10 milhões de habitantes.
O natural ou habitante de Paris denomina-se parisiense.
Ilha de la Cité, em Paris
Catedral de Notre Dame
Jardim das Tuilleries em Paris
Torre Eiffel
Esculturas do centro Georges Pompidou, da autoria de Niki de Saint Phalle
Jardim do Palácio do Luxemburgo, séc. XVII, Paris
Sacré-Coeur em Paris
Arco do Triunfo, na Praça Charles-de-Gaulle
La Défense
História e Monumentos
A palavra Paris tem origem na mitologia grega, correspondendo ao nome do filho de Príamo e Hécuba, reis de Troia. A origem da cidade prende-se com a ocupação da ilha de la Cité pelos celtas. No século III foi conquistada pelos romanos, que também ocuparam as margens do Sena. A cidade dos Parisinos tinha nesta época pouca importância. A invasão germânica põe fim à ocupação romana e em 1210 o rei Filipe II manda construir uma muralha defensiva na margem esquerda. A cidade é dividida em três partes: a ilha, a margem direita e a universidade, na margem esquerda. A Bastilha e a muralha da margem direita são edificadas no reinado de Carlos V. Durante a Guerra dos Cem Anos, Paris foi controlada pelos ingleses diversas vezes, até meados do século XV. A paz é assegurada com Henrique IV, terminando com os reis Henrique III e Luís XV. Com a Revolução Francesa, em 1789, a monarquia é abolida e Napoleão domina a cidade e o resto do país. Em 1852 o imperador transforma a fisionomia de Paris, com a abertura de boulevards que facilitam o acesso ao centro. No período da belle époque são construídos importantes edifícios como a Gare de Lyon e a Ponte de Alexandre III. Durante a Primeira Guerra Mundial sofre um retrocesso no seu desenvolvimento e é ocupada pelos alemães na Segunda Grande Guerra, no entanto, não foi alvo de grande destruição. Entre os monumentos mais importantes, destacamos, por ordem cronológica, a Catedral de Notre Dame, do século XII, localizada na ilha de la Citê; a Saint-Chapelle, de estilo gótico do século XIII; o Museu do Louvre, que corresponde a um antigo palácio real; os Invalides, onde está enterrado Napoleão, que é do século XIV; o Palácio da Concórdia do século XV; a Torre Eiffel, construída em 1889, e em Montmatre a Basílica do Sacré Coeur.
Aspetos Turísticos e Curiosidades
Relativamente aos espaços verdes, devemos sublinhar o correspondente ao bosque de Bolonha, localizado no extremo ocidental da cidade, onde existem áreas de recreio e de desporto; o Jardim do Luxemburgo e o Parque de Monceau, que eram antigas reservas reais de caça atualmente localizados no centro da cidade e o Museu Botânico. O Arco do Triunfo, a Ópera, a Praça de Charles de Gaulle, os Campos Elíseos, o boulevard de Montparnasse e o Palácio do Eliseu, que constitui a residência oficial do Presidente da República, são outros tantos exemplos de pontos de interesse relevante na cidade de Paris. O Quartier Latin é famoso pelas atividades educativas e culturais que aí se desenvolvem. As galerias comerciais proliferam em diferentes áreas da cidade, destacando as famosas Galerias Lafayette. Não menos famosa é a Praça do Pigale onde se localiza um dos cabarés mais conhecidos, o Moulin Rouge. A monumentalidade da cidade também pode ser contemplada a partir do Bateau Mouche, num passeio ao longo do Sena.
Paris foi designada Capital Europeia da Cultura para o ano de 1989.
Economia
A sua indústria assegura 75% da produção nacional. De alta tecnologia e muito diversa, as mais representativas são a automóvel, de produtos químicos, componentes elétricos, de publicidade, perfumaria, joalharia e alta-costura. Os serviços relacionados com a banca estão muito desenvolvidos. Possui três aeroportos e um porto fluvial que assegura a distribuição dos produtos. A rede ferroviária e de autoestradas é muito densa. As suas instituições educativas têm grande prestígio, como por exemplo a Universidade de Paris, a Escola Politécnica, o Colégio de França e a Escola do Louvre. É um grande centro editorial e possui alguns dos periódicos mais famosos do mundo, como o Le Monde e Le Figaro. Tem uma Companhia Nacional de Música e Teatro e o Centro Nacional de Arte Georges Pompidou.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Paris na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-29 06:32:16]. Disponível em
Artigos
ver+

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais