Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Patrícia Garrido

Escultora e pintora, Patrícia Garrido nasceu em 1963 e estudou na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa. Expõe regularmente desde 1987, participando em mostras coletivas e individuais em diversas cidades europeias (Lisboa, Porto, Coimbra, Badajoz, Amiens, Valencia) e em Nova Yorque.

Nas primeiras pinturas e desenhos que realizou ultrapassou a figuratividade imediata, apontando para uma tendência abstratizante, que se confirmou nas obras posteriores.

Em 1994, realizou uma série de esculturas intitulada "O prazer é todo meu", utilizando materiais como a espuma coberta de fibra de vidro e o poliester. Estes trabalhos apresentavam formas orgânicas com clara referência antropomórfica, denunciando as formas de um corpo em movimentos sexuais. Sem evidente relação figurativa, estas obras procuraram captar e fixar o movimento e a tensão dos corpos.

No ano seguinte apresentou novo conjunto de trabalhos, reunidos na exposição "Jogo de Damas", nos quais explorou a temática da sexualidade, de forma mais ou menos evidente, manipulando objetos referidos ao quotidiano.

Desde 1997 abordou o tema da habitação, produzindo uma série de "apartamentos-tipo", com base em codificações ou catalogações contidas em manuais de arquitetura e construção, onde aliou a abstração ao minimalismo escultórico.

Estas esculturas, nas quais é possível identificar a ação de uma memória ou de reminiscências de sentido autobiográfico, são constituídas por um conjunto de estrados revestidos por diferentes materiais que representam os diversos espaços de uma habitação. Investem ainda numa aprofundada relação e interação entre a arquitetura e a escultura, em que uma serve de suporte para a outra.

Dentro desta temática destacam-se as instalações "T1" e "T4", entre outras, que realizou, em 1998, para o Museu de Serralves, no Porto.

Recebeu o Prémio "União Latina" de 1999.

Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Patrícia Garrido na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-25 05:33:00]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros