Livros & Autores

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Pedrógão Grande

Aspetos Geográficos
O concelho de Pedrógão Grande, do distrito de Leiria, localiza-se na Região Centro (NUT II) e na sub-região do Pinhal Interior Norte (NUT III). Situado na margem direita do rio Zêzere e nas proximidades da serra da Lousã e da barragem do Cabril, é limitado a norte pelo concelho de Castanheira da Pera, a sul e oeste por Figueiró dos Vinhos, a este por Pampilhosa da Serra e Góis (distrito de Coimbra) e a sudeste por Sertã (distrito de Castelo Branco).
No total abrange uma área de 128,8 km2 e é constituído por três freguesias: Graça, Pedrogão Grande e Vila Facaia.
Brasão do concelho de Pedrógão Grande
Interior de Pedrógão Grande
Em 2005, o concelho apresentava 4306 habitantes.
O natural ou habitante de Pedrógão Grande denomina-se pedroguense.
História e Monumentos
Pedrógão Grande remonta à pré-história e apresenta vestígios do domínio romano, nomeadamente o forno de cerâmica.
Durante a Reconquista Cristã, a vila ficou despovoada, até que em 1135 D. Afonso Henriques a entregou a D. Pedro Afonso, seu filho bastardo, para que este a repovoasse. No entanto, este doou Pedrógão Grande a três fidalgos e, em 1206, concedeu-lhe o primeiro foral. Em 1513 D. Manuel I concede-lhe novo foral.
Em 1976 adquiriu o título de vila.
A nível de monumentos destacam-se: os Paços do Concelho (1860), a Igreja Matriz (1470), a Igreja da Misericórdia (1470), que funcionou como hospital da vila, as capelas de N.ª Sra. dos Milagres, de S. Sebastião (séc. XVI) e do Calvário; a Santa Casa da Misericórdia, o pelourinho, a ponte filipina, o forno romano e os monumentos ao comendador Manuel Nunes Corrêa e Marcelino Nunes Corrêa.
Tradições, Lendas e Curiosidades
Todos os anos realizam-se a feira anual de Pedrógão Grande, a 24 e 25 de julho, e a feira de Sta. Catarina, a 25 de novembro, em Vila Facaia.
As festas são de cariz religioso, destacando-se as festas dos Passos, Ramos, "Semana Santa" e Páscoa.
O feriado municipal realiza-se a 24 de julho.
A nível de artesanato sobressaem os trabalhos em cortiça (tropeços - ancos em forma de quadrado - tripeças), as rendas, os bordados, a tecelagem, a cestaria e os artefactos de madeira.
Economia
A nível económico sobressai o setor terciário ligado ao comércio a retalho e ao turismo relacionado com a exploração da serra da Lousã, recursos hídricos - barragens e albufeiras, piscinas fluviais, pesca e desportos náuticos.
O setor secundário está relacionado com a exploração florestal, com os têxteis, nomeadamente com o fabrico de pasta para colchões, sofás e derivados, e com a construção civil e obras públicas.
A atividade agrícola reveste-se de um carácter de subsistência, com solos pobres e pequenas parcelas (minufúndios). Destaca-se a produção de leite, queijo de cabra e de ovelha e o mel.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Pedrógão Grande na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-06-30 18:19:16]. Disponível em

Livros & Autores

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros