Momentos WOOK
Livros e Autores

Weyward

Emilia Hart

O perigo de estar no meu perfeito juízo

Rosa Montero

Os segredos de Juvenal Papisco

Bruno Paixão

Bom português

gratuito ou gratuíto?

ver mais

isenção ou insenção?

ver mais

precariedade ou precaridade?

ver mais

moinho ou moínho?

ver mais

verosímil ou verosímel?

ver mais

convalescença ou convalescência?

ver mais

incerto ou inserto?

ver mais

bolos-reis ou bolos-rei?

ver mais

Pio V

Papa italiano, filho dos agricultores Domenica Augeria e Paulo Ghisleri, Miguel Ghisleri nasceu em Boscomarengo, a 17 de janeiro de 1504.
Ingressou no convento dominicano de Vigevano em 1518, tendo mais tarde estudado Filosofia e Teologia em Bolonha. Aos vinte e quatro anos ordenou-se, em Génova, tendo lecionado em diversos conventos dominicanos, desempenhado o cargo de inquisidor geral em Roma, bispo de Sutri, cardeal de Santa Maria sopra Minerva (em 1557) e bispo de Mondovi. Foi eleito papa a 7 de janeiro de 1566, governando até 1 de maio de 1572.
Homem de extrema piedade e de costumes comedidos e modestos, empregou todas as suas energias em aplicar os decretos do Concílio de Trento e na luta contra a heresia, o avanço dos turcos e o protestantismo.
Era este papa um participante ativo e metódico das sessões do Santo Ofício, e na sua luta para a imposição da Fé excomungou em 1570 (por meio da bula Regnans in excelsis) a rainha inglesa Isabel Tudor, por continuar arreigada ao anglicanismo. Declarou ainda a excomunhão a qualquer dos seus súbditos que lhe obedecesse, facto que teve como principal consequência o recrudescimento da perseguição aos católicos em Inglaterra.
A proteção e auxílio prestados à Companhia de Jesus e a influência dos seus membros em França, Alemanha e Países Baixos contribuiu grandemente para que o protestantismo não alastrasse demasiado.
As instâncias do papa, a tomada de Chipre e o incêndio do arsenal veneziano conseguiram que fosse criada a Liga Santa, entre a Espanha, Veneza e a Santa Sede para combater os turcos. Foi assim que se deu a batalha de Lepanto, a 7 de outubro de 1571, onde a frota cristã, chefiada por João de Áustria, venceu a turca.
Entre outras providências, este papa reconheceu as congregações de São João de Deus e dos barnabitas, penalizou os blasfemos, expulsou as meretrizes de Roma, baniu os hebreus dos Estados Pontifícios (excetuando Ancona e Roma), castigou a usura na bula In eam pro nostro, de 1571, determinou a medida dos câmbios e as normas dos censos e proibiu as corridas de touros nos territórios pertencentes à Igreja.
Sepultado em São Pedro, foi transferido em 1588 para a igreja romana de Santa Maria Maior, beatificado em 1672 e canonizado em 1712.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Pio V na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2023-05-29 06:52:17]. Disponível em
Livros e Autores

Weyward

Emilia Hart

O perigo de estar no meu perfeito juízo

Rosa Montero

Os segredos de Juvenal Papisco

Bruno Paixão

Bom português

gratuito ou gratuíto?

ver mais

isenção ou insenção?

ver mais

precariedade ou precaridade?

ver mais

moinho ou moínho?

ver mais

verosímil ou verosímel?

ver mais

convalescença ou convalescência?

ver mais

incerto ou inserto?

ver mais

bolos-reis ou bolos-rei?

ver mais