Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Porto Santo

Aspetos Geográficos
O concelho de Porto Santo, do arquipélago da Madeira, localiza-se na Região Autónoma da Madeira (NUT II e III), ocupa uma área de 40,1 km2 e abrange apenas uma freguesia, Nossa Senhora da Piedade.
O concelho é inteiramente limitado pelo oceano Atlântico.
Brasão do concelho de Porto Santo
Praia da ilha de Porto Santo
Vista da praia de Porto Santo e de Vila Baleira, na Região Autónoma da Madeira
Praia e costa em Porto Santo
A praia de Porto Santo
O concelho apresentava, em 2005, um total de 4382 habitantes.
O natural ou habitante de Porto Santo denomina-se porto-santense.
Possui um clima de influência marítima, com verões amenos, em que a temperatura média que ronda os 24 °C, e invernos também amenos, com temperaturas geralmente por volta dos 17 °C. As precipitações são escassas.
A sua morfologia é bastante acidentada, principalmente na parte setentrional da ilha, que é bastante montanhosa, destacando-se algumas serras, como a do Pico do Facho, com 517 m de altitude, e a do Pico do Castelo, com 436 m. Aproximadamente um terço da linha de costa corresponde a uma área abatida, onde se estende uma praia de areia calcária.
História e Monumentos
A descoberta oficial de Porto Santo ocorreu em 1419, com a viagem dos cavaleiros do Infante D. Henrique, sob as ordens do rei D. João I.
O seu capitão-donatário foi Bartolomeu Perestrelo, que recebeu carta em novembro de 1445.
O nome de Porto Santo foi dado, originariamente, à baía que, na costa sul, serviu de refúgio quando os navegadores foram apanhados por uma tempestade.
Porto Santo tornou-se sede do concelho em novembro de 1835.
Nos primeiros séculos de colonização, o desenvolvimento deste lugar conheceu várias dificuldades devido à escassez de água e aos assaltos de piratas argelinos e franceses.
Ao nível do património arquitetónico, destacam-se: a igreja paroquial, que foi várias vezes saqueada e destruída por piratas; a humilde casa de Cristóvão Colombo; a Capela de Nossa Senhora da Graça; o Forte de São José, de estilo pombalino, e os Paços do Concelho no Largo do Pelourinho.
Tradições, Lendas e Curiosidades
Das manifestações populares e culturais de salientar a "Semana de Colombo", que decorre na última semana de setembro. Na cidade de Vila Baleira há uma semana dedicada a Cristóvão Colombo, com diversos espetáculos - teatro, música, assim como exposições e desfiles; e a festa de Ramos, no domingo anterior à Páscoa, com uma procissão em que as pessoas levam chapéus feitos com um entrançado de folha de palmeira, cozido em espiral, e outros artigos artesanais.
Este concelho é rico em atividades e produtos artesanais, como o fabrico de chapéus de palha (palmitos), arados, trilhos, carros de bois e lagares de madeira e o fabrico de "pastores" para as lapinhas (presépio), que é também uma atividade de longa tradição na ilha.
No que se refere a edifícios do foro cultural, destaca-se a Casa-Museu Cristóvão Colombo, na antiga residência de Cristóvão Colombo e que foi completamente restaurada.
Atualmente, é um museu dedicado a este navegador e no seu interior possui mobiliário da época, gravuras de Cristóvão Colombo, reproduções dos trajes e uma série de manuscritos, inclusive o diário de bordo da sua terceira viagem.
Como curiosidade, de referir Fonte da Areia ou Fonte Sagrada. Neste concelho há uma fonte, Fonte da Areia, mais conhecida noutros tempos como a fonte sagrada, cuja água era considerada a mais saborosa da ilha, sendo, inclusive, utilizada para fins medicinais. Contudo, hoje em dia da Fonte da Areia já não jorra água como outrora. A praia do Porto Santo, além de excelente estação balnear, ganhou fama devido às propriedades terapêuticas das suas areias. Desde sempre a população da ilha recorre a elas para atenuar as dores provocadas pelo reumatismo e para acelerar a recuperação de fraturas e traumatismos ósseos.
Economia
No concelho predominam, principalmente, as atividades ligadas ao setor terciário na área do turismo, pequeno comércio de restauração e serviços de hotelaria. No setor secundário, destaca-se as indústrias de produção de cal e cimento.
No setor agrícola predomina o cultivo de cereais para grão, de prados temporários e culturas forrageiras, as culturas hortícolas extensivas e intensivas, a vinha, os prados e pastagens permanentes. A pecuária tem também alguma importância, nomeadamente na criação de aves, bovinos e caprinos. Somente cerca de 14% do seu território é coberto de floresta e cerca de 422 ha correspondem a terrenos para a prática agrícola.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Porto Santo na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-01 23:37:12]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais