Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

prefixo

Tipo de morfema preso ou afixo que é colocado à esquerda do radical ou forma base da palavra. Os prefixos em português desencadeiam apenas processos derivacionais de formação de palavras. Os prefixos transportam alguns valores semânticos especializados, ainda que em menor diversidade quando comparados com a panóplia de valores veiculados pelos sufixos, designadamente o significado da negação, expresso pelos prefixos des- (ex. <despreocupar>, <desimpedir>, <desenganar>) ou im-/in- (ex. <impossível>, <involuntário>, <inconstante>).
O processo de derivação por prefixação pode ocorrer em simultâneo com o processo de sufixação (derivação parassintética), nos seguintes vocábulos: <aterrorizar>, <desequilibrar>, <empobrecer>, entre outros.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – prefixo na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-13 19:28:31]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais