Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

< voltar
< 1 min

Prémio Camões

Considerado o prémio literário mais importante no universo da lusofonia, é atribuído anualmente, desde 1989, por um júri internacional. Nesse ano, o laureado foi Miguel Torga. Seguiram-se, entre outros, João Cabral de Melo Neto, José Craveirinha, Vergílio Ferreira, Raquel de Queiroz, Jorge Amado, José Saramago, Eduardo Lourenço, Pepetela, Antonio Candido, Sophia de Mello Breyner Andresen, Eugénio de Andrade e Maria Velho da Costa.
José Saramago, Prémio Camões em 1995
Vergílio Ferreira foi galardoado com o Prémio Camões em 1992
Rachel de Queiroz foi galardoada com o Prémio Camões em 1993
José Craveirinha foi galardoado com o Prémio Camões em 1991
Miguel Torga foi galardoado com o Prémio Camões em 1989
O Prémio Camões foi atribuído a Sophia de Mello Breyner em 1999
Em 2001, Eugénio de Andrade foi distinguido com o Prémio Camões
Pepetela foi galardoado com o Prémio Camões em 1997
Maria Velho da Costa foi distinguida com o Prémio Camões em 2002
Em 2003 Rubem Fonseca recebeu o Prémio Camões
Na sua qualidade de ensaísta, Eduardo Lourenço recebeu, em 1996, o Prémio Camões
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Prémio Camões na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-04 14:01:12]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais