Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Bom português

puder ou poder?

ver mais

trás ou traz?

ver mais

impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Prémio Goncourt

O prémio literário francês Goncourt, criado em 1903, é considerado o mais importante galardão do género em França.
Anunciado desde sempre no restaurante Drouant, em Paris, já distinguiu autores como John-Antoine Nau, o primeiro, pela obra Force Ennemie, Marcel Proust (A l'Ombre des Jeunes Filles en Fleurs), André Malraux (La Condition Humaine - A Condição Humana), Simone de Beauvoir (Les Mandarins - Os Mandarins), Romain Gary (Les Racines du Ciel e La Vie Devant Soi, este último sob o pseudónimo Emile Ajar), Patrick Modiano (Rue des Boutiques Obscures - A Rua das Lojas Escuras), Marguerite Duras (L'Amant - O Amante), Tahar Ben Jelloun (La Nuit Sacrée - A Noite Sagrada), Amin Maalouf (Le Rocher de Tanios - O Rochedo de Tanios), Laurent Gaudé (Le Soleil des Scorta - O Sol dos Scorta) e François Weyergans (Trois Jours Chez Ma Mère).
O Goncourt atribui um prémio monetário simbólico de dez euros, mas a obra vencedora hoje em dia tem uma venda garantida de pelo menos 300 mil exemplares.
O único escritor que na história dos Goncourt recusou o prémio foi Julien Gracq, em 1951. O prémio só por uma vez não foi atribuído, em 1914, devido ao início da Primeira Guerra Mundial.
O Prémio Goncourt surgiu devido à vontade manifestada pelo homem das artes Edmond de Goncourt, que no seu testamento encarregou o amigo Alphonse Daudet de constituir uma academia literária. Os irmãos Goncourt, Jules e Edmond, tentaram reconstituir em Paris, no século XIX, o ambiente dos salões literários do século anterior. Após morte de Jules em 1870, coube a Edmond continuar essa tarefa. Quando este morreu, em 1896, a missão cultural dos dois irmãos pôde ser continuada graças ao testamento de Edmond. No testamento explicou que Alphonse Daudet deveria constituir, no ano da sua morte, uma sociedade literária, destinada a atribuir um prémio anual de romance e uma renda anual aos dez membros da entidade a criar. Estes deveriam reunir todos os meses e na reunião de dezembro anunciar o vencedor.
A Academia Goncourt é composta por dez membros que se reúnem na primeira terça-feira de cada mês no restaurante Drouant, em Paris. Para pertencer à Academia Goncourt é preciso ser escolhido pelos restantes elementos, após a morte ou saída de um destes. É condição obrigatória ser autor de língua francesa, o que permitiu em 1996 a eleição, por exemplo, do espanhol Jorge Semprún, que escreve habitualmente em francês.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Prémio Goncourt na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-11-27 15:42:16]. Disponível em
Artigos
ver+
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Prémio Goncourt na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-11-27 15:42:16]. Disponível em
Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Bom português

puder ou poder?

ver mais

trás ou traz?

ver mais

impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais