Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Radiações da Noite

Segundo volume de poesias de Guilherme de Azevedo, que desenvolve os temas do "ideal" e do progresso já anunciados em Aparições (vejam-se composições como "A locomotiva", "O mundo marcha", "Durante a guerra"). Antero de Quental, aliás, num ensaio suscitado por esta obra e publicado na Revolução de setembro, Tendências Novas da Poesia Contemporânea (1871), considerá-la-ia um exemplo da poesia social, liberta do ultra-sentimentalismo romântico.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Radiações da Noite na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-11 00:48:48]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros