Academia Virtual - O Poder da Voz

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

realização cinematográfica

A partir de um argumento e do guião técnico de filmagem, o trabalho de realização começa na organização de tudo aquilo que vai ser objeto de filmagem, seleção de locais, construção de cenários, seleção dos adereços, guarda-roupa, maquilhagem e caracterização, iluminação, seleção do elenco, entre outros pormenores. A esta pré-produção segue-se a planificação dos dias de filmagem relativamente aos locais e às cenas que vão ser filmadas, a conceção dos enquadramentos, dos movimentos, a interpretação dos atores, etc.
A arte do realizador não é só a sua forma particular de olhar o mundo, ou a história, através de imagens mas sobretudo uma notável capacidade de organizar e dirigir recursos humanos técnicos e artísticos. Este aspeto é fundamental para um bom resultado de um filme, sobretudo no que diz respeito aos atores e atrizes. Os grandes realizadores distinguem-se dos restantes pela forma como obtêm excelentes interpretações dos seus atores. Frank Capra era um realizador americano que acreditava que todos os atores tinham de ter uma identidade, mesmo os figurantes, por forma a tornarem a sua personagem o mais credível possível perante os olhos do público, que assim veria as personagens em vez dos atores e das atrizes. Convencidos da "verdade", que as personagens que incarnam são seres humanos verdadeiros que vivem uma história verdadeira, os atores têm de convencer o público de que o seu mundo é real, tão real e natural quanto possível.
Outra prerrogativa da arte do realizador é a invisibilidade da câmara, ou seja, neste mundo de "faz de conta" tudo tem que dar a sensação da máxima naturalidade mesmo quando falamos da história mais inverosímil de ficção científica. Assim, o objetivo do realizador é filmar as cenas da melhor forma possível, colocando a câmara ou as câmaras de forma a que estas registem a perspetiva mais favorável à narrativa cinematográfica. Depois, organiza as diferentes imagens para providenciar o melhor ponto de vista possível ao público, uma vez que, por mais que se faça, é sempre impossível observar a realidade através das câmaras e, portanto, sempre ideal. Durante as filmagens, o realizador, para além de fazer funcionar todas as diretivas que estabeleceu, é capaz de alterar no momento todos os planos se as circunstâncias assim o exigirem. Depois de filmado o material, o realizador acompanha normalmente a montagem, dada a natural relação que existe entre a filmagem e a montagem. Um filme é um processo constante de sobreposição de criatividade em todas as suas fases de argumento, filmagem e montagem, em que cada uma das fases lhe dá um contributo diferente através de todas estas linguagens muito próprias, a da escrita, da conceção e da captação de imagem e a edição ou montagem.
Dirigido pelo realizador, um filme é sobretudo o resultado do trabalho de uma numerosa equipa.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – realização cinematográfica na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-10-03 12:10:39]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais