Academia Virtual - O Poder da Voz

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Reino dos Animais

O reino dos animais (Reino Animalia) agrupa organismos eucariontes multicelulares, com progressiva diferenciação de tecidos, diplontes e heterotróficos (nutrição por ingestão). A maioria dos animais tem locomoção, pelo menos numa fase do seu ciclo de vida.
As células animais não têm parede celular, pigmentos fotossintéticos nem plastídios.
A reprodução neste reino é predominantemente sexuada. Os gâmetas femininos são imóveis e grandes e os masculinos são flagelados e mais pequenos.
Cavalo com arreio de corda ou cabeçada
Representação de um cnidário: cortes transversal, ao nível do manúbrio, e longitudinal
Os corais são um exemplo de "animais-flores" ou antozoários
O tigre é um animal carnívoro
Ouriço-do-mar, equinoderme da família dos Equinídeos
Os crustáceos, como esta lagosta, são artrópodes marinhos
Rã verde (<i>Rana perezi</i>)
Os lagartos de zonas tropicais são frequentemente adotados como animais de estimação
As águias, como todas as aves de rapina, possuem um bico curvo e afiado
A minhoca vulgar é um verme hermafrodita do filo dos anelídeos
Cavalo-marinho, nome vulgar atribuído a alguns peixes teleósteos
As anémonas-do-mar são antozoários por terem a aparência de uma flor
A maioria dos animais apresenta um sistema nervoso, capaz de detetar as alterações internas e externas que afetam os organismos e de coordenar essas informações.
Na sistemática dos animais são utilizados vários critérios de classificação, entre os quais, o desenvolvimento embrionário, a simetria, a metamerização e o comportamento.
Existem vários sistemas de classificação dos animais. O reino animal pode, por exemplo, ser subdividido em dois sub-reinos, o Parazoa, com animais sem diferenciação tecidular, como o filo Porifera ou Espongiários (ex.: esponjas), e o Eumetazoa, que inclui animais que possuem diferenciação tecidular, apresentando, geralmente, sistemas de órgãos.
O sub-reino Eumetazoa ramifica-se, por sua vez, nos Radiata, animais com simetria radiada e sem diferenciação de órgãos, onde se encontra agrupado o filo Cnidaria, e nos Bilateria, animais com simetria bilateral, pelo menos numa fase do seu desenvolvimento e com diferenciação de órgãos.
Dentro do taxon Bilateria podem-se considerar os taxa Acoelomata (Acelomados), animais protostómios e sem celoma, como os do filo Platyhelminthes (Platelmintes), Pseudocoelomata (Pseudocelomados), animais protostómios com pseudoceloma, como os do filo Nemathelminthes (Nematelmintes) e Coelomata (Celomados), animais que apresentam um verdadeiro celoma.
Os celomados podem ser esquizocélicos, animais protostómios como os dos filos Mollusca (Moluscos), Annelida (Anelídeos), Arthropoda (Artrópodes), ou enterocélicos, animais deuterostómios como os dos filos Echinodermata (Equinodermes) e Chordata (cordados).
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Reino dos Animais na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-10-03 12:34:49]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais