Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Ribeira de Pena

Aspetos Geográficos
O concelho de Ribeira de Pena, do distrito de Vila Real, localiza-se na Região Norte (NUT II), no Tâmega (NUT III), perto da margem esquerda do rio Tâmega, nas abas da serra do Alvão, a 475 metros de altitude. Encontra-se a cerca de 50 quilómetros para noroeste da capital distrital (Vila Real).
O concelho encontra-se rodeado pelos concelhos de Boticas, a norte, de Vila Pouca de Aguiar, a leste, de Vila Real, a sul, de Mondim de Basto, a sudoeste, e de Cabeceiras de Basto, a oeste (distrito de Braga).
Brasão do concelho de Ribeira de Pena
Igreja Matriz de Ribeira de Pena
Ribeira de Pena ocupa uma área de 217,4 km2, na qual se distribuem sete freguesias: Alvadia, Canedo, Cerva, Limões, Salvador, Santa Marinha e Santo Aleixo de Além Tâmega.
Em 2005, o concelho apresentava 7279 habitantes.
O natural ou habitante de Ribeira de Pena denomina-se ribeira-penense.
Este concelho constitui uma das zonas fronteiriças entre Trás-os-Montes e o Minho e encontra-se inserido na região demarcada dos vinhos verdes.
História e Monumentos
O seu povoamento vem de tempos pré-históricos, como o provam diversos vestígios arqueológicos, como, por exemplo, os castros que se encontram nos cumes de alguns montes do concelho.
A nível do património monumental, são de destacar o santuário rupestre de Lamelas; a Igreja Matriz, do século XVIII; o Pelourinho de Cerva; a ponte românica de Cavês (sobre o Tâmega); as construções castrejas e dolménicas de Vilarinho e Santa Marinha; a Casa da Temporã; a ponte romana de Alvite; as sepulturas da Póvoa e os relógios de sol.
Tradições, Lendas e Curiosidades
Neste concelho realizam-se algumas festas, como a de S. Pedro (29 de junho), em Cerva; a de Santo Aleixo (17 de julho) e a de Nossa Senhora Rainha dos Anjos (em agosto), em Santo Aleixo de Além Tâmega; a de Santo António (13 de junho) e a de Nossa Senhora da Guia (15 de agosto), em Santa Marinha; a de São João Batista (24 de junho), em Limões; a do Divino Salvador e a de Nossa Senhora das Angústias (primeiro domingo de agosto), em Salvador; a de Nossa Senhora do Livramento (em agosto), em Canedo.
O feriado municipal é a 16 de agosto.
O artesanato tem expressão nos trabalhos de linho, destacando-se as colchas de Limões e os chamados "manteses" - bordados com relevo realizados no tear.
Economia
O turismo é uma das atividades económicas com maiores possibilidades de desenvolvimento neste concelho, devido aos recursos naturais existentes e ao seu património cultural, incluindo numerosos vestígios arqueológicos.
Do ponto de vista agrícola, destaca-se a produção de vinhos verdes, que são um ex-libris da região. Também se produzem azeite, cereais e fruta.
Para além destas fontes de receita, o empreendimento hidroelétrico levado a cabo no rio Alvadia constitui outra fonte de rendimento para o concelho.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Ribeira de Pena na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-04 13:41:54]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais