Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Riga

Aspetos Geográficos
Capital e maior cidade da Letónia, Riga localiza-se na costa do mar Báltico, na foz do rio Daugava. Constitui também um porto, sendo a maior cidade dos países bálticos. Possui cerca de 800 000 habitantes (2006).
História e Monumentos
Imagem de Riga, Letónia
Edifício em Riga, Letónia
A cidade situa-se num antigo povoado de uma tribo de livónios. A sua fundação moderna, contudo, corresponde à chegada, no século XII, de comerciantes germânicos e cruzados à região com vista a desenvolverem o potencial que esta tinha em termos de mercado e de conversão religiosa. Riga tornou-se cidade em 1201, sob comando do bispo Alberto de Buxhoeveden, que converteu os livónios ao cristianismo e fundou a Ordem dos Irmãos Livónicos da Espada (um dos ramos dos cavaleiros teutónicos). Em 1282, tornou-se membro da Liga Hanseática, uma associação mercantil que desempenhou um papel importante nos domínios político e económico da cidade. Em 1522, a cidade submeteu-se à reforma protestante. Até 1710, Riga esteve sob domínio sueco, tendo resistido ao cerco dos russos na guerra russo-sueca de 1656-1658. Depois disso, foi anexada pela Rússia, tornando-se uma importante cidade portuária industrializada do Império Russo, onde permaneceu até à Primeira Guerra Mundial. Em 1918, a Letónia tornou-se independente, com Riga como capital, mas em 1940 foi ocupada pela União Soviética. Entre 1941 e 1944, foi a vez de sofrer a ocupação alemã, regressando à condição de república socialista soviética com a queda do nazismo. Em 1986, foi concluída uma moderna torre destinada à rádio e televisão da cidade, que faz lembrar a Torre Eiffel. Em 1991, tornou-se capital da Letónia independente, e tornou-se uma cidade da União Europeia com a adesão da Letónia em 2004. A catedral Doma (que remonta ao século XIII) e o castelo de Riga são dois dos seus mais importantes monumentos.
Aspetos Turísticos e Curiosidades
O centro histórico de Riga foi declarado pela UNESCO em 1997 Património Mundial, sendo a cidade particularmente notável pela sua arquitetura "arte nova", só comparável com a de cidades como Viena, São Petersburgo ou Barcelona. O seu turismo tem vindo a intensificar-se. Destacam-se os seguintes locais de interesse: Igreja de São Pedro (com uma torre com mais de 100 metros de altura), atrás da qual fica uma outra igreja, a de São João; a Torre da Pólvora, remanescente da antiga muralha da cidade; o Museu da Ocupação da Letónia; o Museu do Automóvel; o jardim zoológico; o Circo de Riga, o único circo fixo da região. Apesar de algum decréscimo populacional, faz-se sentir um incremento considerável da construção na cidade.
Economia
Centro do comércio do país, Riga é uma importante cidade portuária que funciona como interface de transportes nacional e internacional. Entre as suas principais atividades económicas, destacam-se o setor financeiro, os serviços públicos, a alimentação e bebidas, os medicamentos, os têxteis e o mobiliário. A maioria dos turistas chega por avião através do aeroporto internacional remodelado em 2001.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Riga na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-09-26 00:35:14]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais