Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Rogério Samora

Ator português, nascido a 28 de outubro de 1958, morreu a 15 de dezembro de 2021.

Rogério Samora frequentou a Escola Superior de Teatro do Conservatório e deu os primeiros passos como ator na Casa da Comédia, onde, em 1981, fez parte do elenco da peça A Paixão Segundo Pier Paolo Pasolini. Trabalhou ainda com encenadores como Fernanda Lapa e Carlos Avilez, antes de se estrear como ator cinematográfico em O Bobo (1987).

O seu primeiro trabalho como protagonista foi Matar Saudades (1988) de Fernando Lopes, onde a sua prestação enquanto emigrante que regressa a Portugal motivou críticas favoráveis.

Trabalhou regularmente com Manoel de Oliveira, tendo participado em títulos como Os Canibais (1988), A Caixa (1994) e protagonizou Party (1996) à frente de um elenco que compreendia nomes como Michel Piccoli e Irene Papas. Foi, no entanto, a televisão que lhe permitiu um maior contacto com o grande público, não só pelas telenovelas que protagonizou, como A Banqueira do Povo (1993), A Grande Aposta (1997) e Ganância (2001), como também por séries como Ballet Rose (1998).

Em 2002, protagonizou O Delfim, filme de Fernando Lopes que obteve grande reconhecimento de público e crítica.

Nos anos seguintes, participou em Os Imortais (2003) de António Pedro Vasconcelos e voltou a ser dirigido por Fernando Lopes em Lá Fora (2004). Desde então, foi presença regular na televisão, participando em dezenas de produções para diferentes canais.

Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Rogério Samora na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-17 15:24:45]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais