Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Rupert Everett

Ator inglês nascido a 22 de maio de 1959. Aos sete anos foi colocado à guarda de monges beneditinos que lhe deram uma formação clássica e inclusive o ensinaram a tocar piano. Aos 16 anos, matriculou-se na Central School of Speech and Drama de Londres, de onde foi expulso pouco tempo depois por insubordinação. Viajou então para a Escócia, tendo entrado para um grupo dramático avant-garde sediado em Glasgow. Participou em séries televisivas e fez figuração cinematográfica, mas só alcançou o reconhecimento interno quando protagonizou Another Country (1984), onde encarnou a figura histórica de Guy Bennett, um cidadão britânico que fez espionagem para a União Soviética nos anos 50. Seguiram-se outras prestações bem-sucedidas em filmes como Duet For One (Dueto Só Para Um, 1986) e Cronaca di Una Morte Annunciata (Crónica Duma Morte Anunciada, 1987). Em 1989, anunciou publicamente a sua homossexualidade. A sua carreira continuou favoravelmente, tendo protagonizado a comédia gore Dellamorte Dellamore (1994) e com participações secundárias em filmes como Prêt-à-Porter (1994) e The Madness of King George (A Loucura do Rei George, 1994). O seu melhor papel foi ao lado de Julia Roberts, onde interpretou o seu melhor amigo gay em My Best Friend's Wedding (O Casamento do Meu Melhor Amigo, 1997). A partir daí, os seus títulos mais significativos foram Shakespeare in Love (A Paixão de Shakespeare, 1998) na pele do escritor Christopher Marlowe, Inspetor Gadget (1999) e The Importance of Being Ernest (A Importância de se Chamar Ernesto, 2002). Mais recentemente, emprestou a voz ao Príncipe Encantado em Shrek 2 (2004)
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Rupert Everett na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-04 00:42:04]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais