Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

S. Zeferino

Papa italiano, Zeferino, ou Zephyrinus, era filho de Abundio e nasceu em Roma, tendo tido um dos mais longos pontificados até ao Édito de Milão, em 313.
Durante o seu papado (198-217), sendo já a sede papal muito respeitada, excomungou Asclepiodotus e Teodoto, aceitando no seio da Igreja os hereges que se tivessem arrependido. Por esta razão, foi censurado por Santo Hipólito e por Tertuliano, que por sua vez foi excomungado por São Zeferino.
Segundo o que se pode depreender das fontes estudadas, São Zeferino era, por um lado, apegado aos dogmas fundamentais e basilares, e por outro, de pouca decisão e menos talento para governar a Igreja (segundo São Hipólito).
O citado Tertuliano conta que Praxeas, Sabelio e Noeto, heréticos que não consideravam a divisão da Santíssima Trindade, influenciaram a decisão de São Zeferino em condenar o Montanismo.
Crê-se ter sido este papa a introduzir o uso do cálice de vidro, a patena e o costume de se comungar na Páscoa a partir dos catorze anos.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – S. Zeferino na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-14 19:58:24]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais