Livros e Autores

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Sebastião Cruz

Jurista português, nascido em 1918 e falecido em 1996, professor catedrático da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra e sacerdote da Arquidiocese de Braga com fama de notável orador sacro, licenciou-se na Faculdade de Direito Canónico da Pontifícia Universidade de Salamanca e doutorou-se na mesma faculdade. Em 1954 concluiu a licenciatura na Faculdade de Direito de Coimbra onde se doutorou em Ciências Histórico-Jurídicas em 1962, dele afirmando o Prof. Braga da Cruz que «finalmente, a Faculdade de Direito de Coimbra tinha um romanista». Desenvolveu trabalhos de investigação com os mais conceituados romanistas: Prof. Álvaro D'Ors, Prof. Wolfgang Kunkel, Prof. Emilio Betti, Prof. Hermann, Prof. Peteschow, Prof. Francesco Calasso, entre outros. Lecionou Direito Romano na Faculdade de Direito de Coimbra desde janeiro de 1963 e Direito Concordatário Português a partir de 1969. Foi também professor catedrático da Universidade Católica Portuguesa. De entre as suas obras pode-se destacar o Direito Romano.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Sebastião Cruz na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-10-07 19:22:52]. Disponível em

Livros e Autores

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais