Academia Virtual - O Poder da Voz

Livros e Autores

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Seth

Filho de Geb (a terra) e de Nut (o céu), irmão de Ísis, Osíris e Néftis, esta divindade passou a estar associada ao caos e à maldade, a partir da Época Baixa, com a popularização do culto de Osíris. A figura de Seth foi, a partir deste período, alvo de perseguições, enquanto assassino e desmembrador de Osíris, que culminaram na destruição sistemática de muitas das representações deste deus. Seth foi venerado desde tempos pré-históricos, por todo o Egito, facto comprovado por se encontrar representado em muitos objetos deste período. No domínio da iconografia régia, surge várias vezes lado a lado com Hórus, segurando as plantas heráldicas do Egito (o papiro do Norte e o lótus do Sul), que contornam o sema-taui, símbolo da união do país, sendo esta representação uma clara expressão da tradicional busca egípcia do equilíbrio e da harmonia. Segundo a lenda, o Baixo Egito teria sido atribuído a Hórus, por Geb, enquanto Seth teria recebido o Alto Egito. Em determinados períodos da história do Egito, as rivalidades entre as duas fações são mais acentuadas, sendo possível assistir, durante estes períodos, à adoção de título-nome Seth ou Hórus pelos monarcas, que marcam desta forma a oposição à outra fação. Do mesmo modo, em períodos de reconciliação era usado o duplo título de Hórus-Seth, assinalando a reunificação. Seth é apresentado, segundo os Textos das Pirâmides, como uma divindade violenta, responsável pelas tempestades de areia, pelo trovão, pelas nuvens escuras e carregadas, e pelo sopro maligno. Surge, deste modo, como inimigo da luz, como o que ataca o Sol e o céu com a trovoada, as nuvens e o granizo. Os egípcios explicavam os eclipses como uma atuação de Seth, que arrancava o olho direito (Sol) ou esquerdo (Lua) a Hórus. Assim, o mítico combate entre os dois deuses encontrava reflexo no comportamento dos astros. De acordo com a lenda, Seth teria arrancado um olho a Hórus, durante um confronto, que retaliou castrando-o e deixando-o estéril, acentuando-se o contraste entre os dois rivais dado que, enquanto a Hórus eram atribuídos quatro filhos, Seth era referido como o castrado. Por outro lado, o malvado Seth, deus do deserto e da desolação, era muitas vezes comparado com o bom Osíris, deus da vegetação e da fertilidade. Existem várias versões da luta entre Seth e Hórus, que adquirem por vezes contornos violentos e aberrantes. Invariavelmente, Hórus tem o apoio de sua mãe, Ísis, do tribunal divino, presidido por , e de outras divindades. De acordo com a crença egípcia, Hórus tentou matar Seth, que se transformou em hipopótamo, sendo a imagem deste confronto um paradigma da luta entre o bem e o mal. Seth é frequentemente representado como um porco ou como um hipopótamo, surgindo em outras ocasiões sob a forma de um animal de interpretação incerta. Do mesmo modo, aparece por vezes na forma antropomórfica com a cabeça de um animal mítico. O culto de Seth teve origem na 5.ª província do Alto Egito (Nubet ou Ombo), sendo particularmente venerado na zona do Delta Oriental.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Seth na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-10-07 09:22:03]. Disponível em

Livros e Autores

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais