Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

< voltar
< 1 min

signo linguístico

Na conceção da linguística estruturalista, o signo linguístico é uma entidade psíquica indivisível, composta por dois elementos: o significado ou conceito e o significante ou a forma linguística na sua realização fonética ou gráfica. O signo linguístico é arbitrário porque não pretende assemelhar-se ao seu referente. Diversas línguas atribuem diversos significantes a um significado idêntico. As onomatopeias e as exclamações são consideradas o único vestígio do signo motivado. Atualmente nenhuma escola linguística contesta o princípio da arbitrariedade. O sistema linguístico organiza os signos em relações paradigmáticas e sintagmáticas. Em comparação com outros signos, o signo linguístico é praticamente imutável. A sua eventual modificação resulta dos mecanismos da evolução da língua e não da volição de um utente.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – signo linguístico na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-22 11:55:03]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais