Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Stanley Milgram

Psicólogo norte-americano, nascido em 1933 e falecido em 1984, cujo doutoramento foi orientado por Gordon Allport, investigou no âmbito da sua tese as diferenças ao nível do conformismo em culturas distintas. Entre 1959 e 1960, trabalhou em Paris com Salomon Asch que desenvolvia investigações sobre a conformidade. De regresso aos Estados Unidos da América, Milgram decide orientar o seu trabalho no sentido de conhecer a atitude de obediência. As suas experiências permitiram identificar alguns fatores que explicam a obediência à autoridade: o desejo de ser aceite, baixa autoestima e aceitação da autoridade. A sua teoria foi exposta no livro Obedience to Authority publicado em 1947. Em 1992, foi editado o outro livro de Milgram intitulado The Individual in a Social World: Essays and Experiments.
Para além da psicologia Stanley Milgram tinha uma outra atividade: a realização cinematográfica. Ele produziu seis filmes educacionais sendo o primeiro o documentário a preto e branco Obedience (1962) realizado logo após o psicólogo revelar as descobertas das suas experiências. Os outros cinco filmes foram realizados com um colega do curso de doutoramento, Harry From. O primeiro filme que fizeram juntos foi The City and the Self que relata o impacto da cidade no comportamento humano. Os restantes filmes são Invitation to Social Psychology, Conformity and Independence, Human Aggression e Nonverbal Communication.
Stanley Milgram, psicólogo norte-americano
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Stanley Milgram na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-16 14:14:07]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros