Livros e Autores

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

The Housemartins

Banda inglesa formada em Hull por Paul Heaton (vocalista, guitarra), Ted Key (guitarra), Stan Cullimore (baixo) e Hugh Whitaker (bateria) em 1984.
Desde cedo, a banda cultivou uma imagem distinta, marcada por um humor bastante cínico e "low profile". Em 1985, depois de assinarem o seu primeiro contrato, Norman Cook substitui Ted Key. Contudo, só têm algum sucesso com o seu terceiro single, «Happy Hour», em 1986. No final do ano, é editado o seu primeiro álbum, London 0 Hull 4, que, entre outros temas, continha um tema que seria um autêntico hino musical da década, «Caravan of Love». Com todo este sucesso, são galardoados com o prémio BPI para a Banda Revelação do Ano. Antes da edição do seu segundo álbum, Dave Hemingway substitui na banda Hugh Whitaker. Em 1987, surge The People Who Grinned Themselves to Death, o seu segundo álbum, composto por temas que atingiram o top de vendas, como «Five Get Over Excited» e «Me and the Farmer». Em 1988, e no auge da sua carreira, pois eram uma das bandas mais populares no Reino Unido, resolveram separar-se, alegando que esta separação estava programada desde o início. Paul Heaton nunca escondeu a sua clara preferência por sonoridades pop-jazz, enquanto o baixista (Cook) sempre demonstrou uma clara apetência para a música de dança. Estas diferenças tornaram-se evidentes após a dissolução da banda: Heaton formou os Beatiful South com o baterista da banda (Hemmingway), tornando-se numa das bandas mais populares no Reino Unido da década seguinte, enquanto que Norman Cook tornou-se num DJ de renome mundial (Fatboy Slim).
Os Housemartins nunca conseguiram mais do que ser uma banda de culto nos Estados Unidos da América, mas a sua simplicidade, sonoridade melódica e constante sarcasmo conquistaram completamente o Reino Unido. Para sempre ficam temas como «Caravan of Love», «Me and the Farmer» e «Five Get Over Excited».
Capa do álbum "The People Who Grinned Themselves To Death" (1990) dos The Housemartins.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – The Housemartins na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-10-07 17:09:25]. Disponível em

Livros e Autores

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais