Natal WOOK
Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

TIC

As TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação) são um dos fatores potenciadores das profundas mudanças operadas no mundo. Com a aceleração na inovação e na dinamização da mudança, as TIC são hoje essenciais diante da globalização da economia mundial e dos fenómenos físicos e humanos em geral. O conhecimento das suas ferramentas de suporte são essenciais. Nesta perspetiva, e por decisão da Comissão Europeia, são indispensáveis para o desenvolvimento acelerado da sociedade portuguesa. Consequentemente, as escolas usufruem de apoio financeiro para o apetrechamento informático com ligações à Internet, incentivos à produção e aquisição de conteúdos educativos multimédia de qualidade, cobrindo todas as áreas disciplinares. Os objetivos são a obtenção de uma melhor qualidade do sistema educativo, capacitando os jovens para trabalhar em ambiente tecnologicamente avançado, pesquisando e selecionando a informação pertinente ao processo de conhecimento.
A tecnologia constitui um fator de desenvolvimento. A Europa Ocidental, os EUA e o Japão são disso exemplo. Na área das comunicações e da informação, as modernas tecnologias começaram a surgir em alguns países menos avançados já nos anos 70, essencialmente no domínio dos satélites e do audiovisual de massas. As tecnologias de informação são consideradas a base da "Terceira Revolução Industrial" que teve início nos anos 60, com as inovações na área da microeletrónica, como os circuitos integrados, o microprocessador, o microcomputador e as novas redes de comunicação assentes nos satélites e nas fibras óticas. A instalação da rede telefónica, da TV e dos satélites de comunicações, associados à informática, deu origem à globalização da comunicação audiovisual de massas. O acesso ao sistema de comunicação é universal e processa-se em "tempo real". Passamos a viver na chamada "aldeia global". O fenómeno aplica-se também na área da economia e tem contribuído para o aumento da produtividade, pela rapidez e melhoria com que se processam as relações interempresariais, que beneficiam com a introdução de novos produtos e serviços de telecomunicações (como é o caso do correio eletrónico, da telecópia, entre outros) e pela redução dos custos das transações. O mesmo se verifica no setor financeiro, onde as telecomunicações e os computadores permitem que os dados financeiros circulem em todo o mundo e sejam processados de imediato nos mercados mundiais. Assiste-se assim à expansão dos serviços financeiros à escala global, acelerando a mundialização das economias. O teletexto, o teletrabalho, a teleconsulta de bancos de dados, são os serviços e produtos que surgiram na economia em consequência das Tecnologias de Informação e Comunicação. As TIC apresentam também uma influência crescente na vida social. O cidadão na sua vida social estabelece diariamente contacto, direto ou indireto, com estas tecnologias quando, por exemplo, se desloca ao banco ou ao hospital, quando assiste a um programa de televisão transmitido por satélite ou quando, no seu trabalho, as novas tecnologias são aplicadas.
Jovens num cibercafé
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – TIC na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-12-01 13:09:58]. Disponível em
Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río