Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Tito Colliander

Escritor finlandês de expressão sueca, Fritiof Colliander nasceu a 10 de fevereiro de 1904, em São Petersburgo. Filho de um oficial do exército russo, a família mantinha um ambiente cultural e convicções liberais, pelo que acolheu a Revolução Russa de 1917, acabando por se desiludir quando esta descambou num mar de atrocidades. O próprio Tito Colliander teria ficado traumatizado quando, na sua infância, foi testemunha do espancamento até à morte de um indivíduo suspeito de roubo.
Em 1921 foi para Turku estudar Belas Artes, onde conheceu Solveig Segerstråle, na altura com treze anos, e que se tornou posteriormente uma escritora de renome, e com quem manteve uma relação de quatro anos rica em correspondência. Em 1923 começou a trabalhar como professor de arte em Porvoo, cargo que manteve até 1928.
Em 1930 publicou o seu primeiro livro, En Vandrade, a que se seguiram Småstad (1931), Huset, Där Det Dracks (1932), Bojorna (1933) e Glimtar Från Tyskland (1934).
Em 1935 apareceu Taina, romance em que Colliander contava a história de uma jovem, de nome Taina, que viaja até à Finlândia através das águas geladas, onde abraça de novo a fé perdida. A obra, vencedora do prémio literário nacional da Finlândia, reflete as profundas impressões da religião ortodoxa que o autor trouxe consigo da sua infância na Rússia.
Dois anos depois, surgiu o romance que lhe deu a popularidade, Korståget (1937), de cariz autobiográfico e que, sendo traduzido para várias línguas, lhe permitiu, através dos direitos de autor, sobreviver desafogadamente aos duros anos da Segunda Guerra Mundial, embora viajando por toda a Finlândia em busca de refúgio.
Entre 1949 e 1953 estudou num seminário Católico. Trabalhou também durante esse período, e até 1969, como professor em várias escolas de expressão sueca. Foi em 1969 que lhe foi atribuído um doutoramento em Honoris Causa pela Åbo Akademi, a maior universidade de expressão sueca em toda a Finlândia.
Faleceu a 21 de maio de 1989, em Helsínquia.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Tito Colliander na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-17 06:19:27]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros